dia-do-disco

dia-do-disco

No último domingo, conhecido por muitos como “Domingo de Páscoa”, também celebramos o Dia do Disco.

Esse bolachão que faz a nossa vida e a nossa história ter um pouco mais de significado, que é a razão pela qual todos nós estamos aqui (afinal, nós somos o Tenho Mais Discos Que Amigos!), é um formato que surgiu em 1948, com o objetivo de facilitar a reprodução de música e substituir os discos de “goma-laca”, sucesso na primeira fase do século XX. Por ser levinho, resistente a quedas e fácil de tocar (com um toca-discos sempre por perto), o vinil ganhou mercado e foi parar na casa das pessoas.

Hoje em dia, e com milhares de outros formatos, o vinil é tido por muitos como ultrapassado e de difícil armazenamento (com o CD, o Mp3 e os serviços de streaming de música como concorrentes), mas nos últimos anos o formato tem retornado com toda a força, como você tem acompanhado por aqui. A qualidade do som reproduzido pelo vinil nunca foi superada e esta é uma das razões para cada vez mais fãs de música apostarem neste formato.

Para prestar uma homenagem mais que merecida não apenas ao vinil, mas a todas as formas de reprodução musical, selecionamos os  favoritos da nossa equipe. Conheça as nossas preferências musicais nas próximas páginas.

Clique nos botões “Anterior” e “Próximo” ou navegue pelas setas do teclado.