Irmã do cantor Criolo morre aos 39 anos de idade vítima da COVID-19
Reprodução / Instagram
 

Criolo se manifestou pela primeira vez nas redes sociais após a morte de sua irmã, a professora Cleane Gomes, que faleceu no último sábado (5), por complicações da COVID-19.

O artista publicou em sua conta do Instagram uma série de fotos de infância, com algumas delas acompanhadas por mensagens. Logo na primeira imagem, Criolo fez uma crítica sobre o descaso com a educação brasileira, escrevendo:

Toda a nação que virar as costas para a educação, terá como destino fúnebre a lápide de seus filhos.

Na foto seguinte o artista disse:

Através da sua obra, o poeta imortaliza-se.

Criolo também incluiu uma foto em que Cleane aparece bebê no colo de sua mãe, a poetisa Maria Vilani, junto com uma mensagem escrita pela matriarca na época:

Minha filha, Cleane, 1983. Porta do barraco […].

A notícia do falecimento de Cleane, que era professora no CapsArt – Centro de Arte e Promoção Social do Grajaú, foi anunciada por sua mãe na última terça-feira (8) através de um emocionante texto em que Vilani lamentou a partida de sua filha e destacou suas características como “boa mãe, boa filha, boa irmã”.

Mensagens de apoio para Criolo

Na publicação feita por Criolo nesta quarta-feira (9), muitos amigos e celebridades enviaram mensagens de carinho ao artista.

Entre elas, Chico César escreveu: “Receba meu abraço, irmão. Meus sentimentos à toda família”.

Regina Casé também se manifestou enviando “um abraço quentinho” e Lázaro Ramos disse: “Receba todo meu amor, querido amigo”.

Artistas como Teresa Cristina, Silva, Preta Gil, Samantha Schmütz, Maria Gadú e muitos outros também deixaram comentários de apoio.

Confira as imagens compartilhadas por Criolo na publicação abaixo.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by CRIOLO (@criolomc)

 
Compartilhar