Início Editorial Emicida e um relato sobre seu ídolo, Chorão: “mais foda do que...

Emicida e um relato sobre seu ídolo, Chorão: “mais foda do que eu pensava”

Rapper conta que vocalista do Charlie Brown Jr. virou seu "irmão"

Emicida falando sobre Chorão
Reprodução/YouTube
 

Em um vídeo de 2018, Emicida relembrou sua amizade com o saudoso Chorão, o chamando inclusive de “irmão”.

No clipe publicado em seu canal, o rapper brasileiro contou da animação do vocalista do Charlie Brown Jr. quando o conheceu, além de falar da importância da banda durante sua adolescência.

Uma coisa que sempre curti eram os caminhos poéticos que ele seguia, ele tentava sugerir outra ótica das coisas. Sempre foi algo que eu vi bastante na poesia dele. Acho que pra nós, que estávamos na quebrada nos anos 90, ele conseguiu desenhar um outro tipo de ver o mundo também.

 

Ao falar sobre o dia em que se conheceram, Emicida diz que Chorão o parabenizou por ter “assinado com o Rick Bonadio”, mas acabou se confundindo — o rapper era independente. Em seguida, o vocalista teria ficado ainda mais feliz pelo trabalho do paulista estar dando certo.

Quando a gente se conheceu, ele me pegou no colo e me jogou pra cima (risos). Também tenho essa lembrança. Eu era muito magro, era muito fácil me jogar pra cima.

No mesmo vídeo, Emicida disse que o vocalista era “muito mais foda do que pensava”, o comparando também com seu outro ídolo, Mano Brown, do Racionais MCs.

Morte de Chorão

Ao relatar como recebeu a notícia da morte do músico, Emicida disse que estava em Nova York finalizando o disco O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui (2013). Antes disso, os dois artistas combinaram de fazer uma colaboração — mas “não deu tempo”.

Fiquei mal, fiquei zoado. Começou a chover pra caralho. A gente precisava fazer uns rolês de rádio, mas fiquei derrubado.

Assista ao vídeo abaixo.

LEIA TAMBÉM: O coro comeu! “Chorão: Marginal Alado” estreia como filme mais visto no Brasil

 

Comentários