Chris Crocker
Crédito: reprodução
   

Você se lembra daquele vídeo de 2007 chamado “Leave Britney Alone” que o criador de conteúdo Chris Crocker postou no MySpace e depois viralizou no YouTube, né?

Pois bem. Quase 15 anos depois, o conteúdo gerou uma verdadeira bolada para o cara. Não entendeu? A gente explica.

À venda em um leilão de obras digitais desde a última sexta-feira (9), o viral foi vendido por cerca de US$ 44,4 mil, o que equivale a aproximadamente R$ 253 mil.

O lance inicial era de US$ 23,7 mil e a identidade de quem arrematou o vídeo não foi revelada.

O viral foi disponibilizado através do famigerado NFT (que em inglês significa “non fungible token”, ou “token não fungível”, na tradução) e por isso participou do leilão que foca em um novo mercado milionário de arte com objetos que não são palpáveis.

Na ocasião, Crocker postou o vídeo para defender Britney Spears depois que ela foi brutalmente criticada por sua performance no Video Music Awards da MTV naquele ano, quando a diva pop ainda lidava com as severas consequências de seu surto psicológico.

Continua após o vídeo

Perseguição e ameaças de morte

Em entrevista ao Business Insider, Crocker explicou que optou por vender o vídeo como tecnologia NFT para valorizá-lo depois de assistir a tantas paródias feitas na internet.

Ele também revelou que foi perseguido em casas noturnas destinadas ao público gay e que chegou até a receber ameaças de morte. Chris ainda disse que nunca havia recebido nenhum dinheiro pela postagem que gerou milhões de visualizações.

LEIA TAMBÉM: montamos um Guia Prático para você vender sua obra em NFT