Britney Spears em 2012
Foto de Britney Spears via Shutterstock
 

O processo de Britney Spears contra seu próprio pai, James Spears, ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (11).

A cantora está tentando sair do controle de James, que cuida de sua carreira e finanças desde 2008, quando teve um colapso mental. O tribunal de Los Angeles decidiu que o pai não sairá do controle, o que fez com que Britney e seus advogados tentassem mais argumentos.

O advogado Samuel D. Ingham declarou à juíza Brenda Penny, que está cuidando do caso, que Spears “tem medo do pai”. Ele ainda conta que a artista se recusa a voltar aos palcos enquanto o pai estiver cuidando de sua carreira. Ingham completou que a decisão, se mantida, vai representar danos mentais e financeiros à cantora.

Já a advogada de James Spears alegou que o pai, na verdade, livrou Britney Spears de dívidas no valor de U$ 60 milhões.

Complicado…

Britney Spears livre

Os fãs da cantora tomaram a internet com uma série de protestos contra seu pai, usando sempre a hashtag #FreeBritney.

Há alguns meses, o filho mais velho da artista chegou a confirmar que mãe realmente não tinha mais interesse na carreira, e nem planos de gravar músicas ou voltar a cantar ao vivo.

LEIA TAMBÉM: advogado diz que, legalmente, Britney Spears é como “um paciente em coma”

 
 
Compartilhar