Maconha
Foto por 7raysmarketing via Pixabay
 

Um novo estudo mostra o quanto o Reino Unido está perdendo por não legalizar o mercado de maconha medicinal.

De acordo com um relatório da organização Volteface, que luta por reformas políticas sobre drogas, os britânicos estão perdendo um potencial de quase R$9 bilhões (£1,2 bilhão), além da criação de 41 mil empregos.

O relatório, que é intitulado “New Leaf: Beyond Brexit, Countering Covid”, sugere diversas medidas que podem ser tomadas pelo governo para conseguir aproveitar o mercado ao máximo. Uma delas é nomear um consultor que trate direto do assunto ao governo, o que pode ajudar a agilizar processos regulatórios.

Outras sugestões também falam sobre a Food Standards Association e apontam como a associação poderia fornecer mais informações sobre a quantidade de THC que deve ser permitida em produtos com CBD e muito mais.

Katya Kowalski, chefe de estratégia da Volteface, falou sobre o relatório:

É um momento emocionante para a indústria de cannabis do Reino Unido, que está à beira da expansão. O espaço deve capitalizar o crescimento sustentável e estimular a inovação para ser visto como uma indústria séria. As descobertas do relatório indicam que existe uma oportunidade para um mercado lucrativo. Agora o Reino Unido deve trabalhar para otimizar o desenvolvimento para que o setor realmente decole.

Será que um dia isso chega no Brasil?

LEIA TAMBÉM: No Canadá, usuários de app de delivery já podem pedir maconha

 
Compartilhar