Bastidores do Metallica no MTV Europe Music Awards 1996
Reprodução/YouTube
   

Em 1996, o Metallica conseguiu o feito de ser banido da MTV depois de uma apresentação recheada de polêmica.

Irritados com proibições e regras, os lendários músicos do Metal resolveram substituir sua apresentação de “King Nothing”, que havia sido marcada e anunciada, por covers de duas das músicas mais controversas do Punk Rock: “Last Caress”, do Misfits, e “So What?”, do Anti-Nowhere League.

Além da transmissão que foi ao ar ao vivo (e não permitiu que a emissora cortasse a performance no meio), a MTV eventualmente exibiu também uma espécie de “diário de bastidores” gravado de forma hilária pelo baixista da época, Jason Newsted.

Durante todo o vídeo, a banda deixa bem claro que não tem nenhuma vontade de se apresentar nessas cerimônias. Kirk Hammett fala logo no começo que as pessoas sempre “estão mais preocupadas com outras coisas do que com a banda” nos eventos do tipo, por exemplo, mas é James Hetfield quem explica o verdadeiro motivo do “boicote” feito pelos caras:

A gente tinha essas chamas legais nas quais estaríamos, eles proibiram porque era perigoso demais.

Kirk completa:

Parecia que estávamos tocando no inferno. Mas agora estamos só tocando no MTV Music Awards, que é quase como o inferno. [risos] Mas as chamas faziam parecer mais realista.

Além disso, ainda podemos ver que os músicos estavam realmente endiabrados e aprontando todas pelo evento. Tem até uma filmagem de James rabiscando no cartaz do Simply Red, substituindo o nome da banda por “Simply Dredful” (um trocadilho com a palavra “dreadful”, que significa algo como “péssimo”).

Pra fechar com chave de ouro, ainda rolam algumas rápidas participações de outros nomes como Pras Michel (do Fugees) e Billy Corgan (do Smashing Pumpkins), interagindo de forma bem-humorada com os metaleiros.

Veja tudo isso pelo vídeo abaixo e, para assistir à polêmica performance de “Last Caress” e “So What?”, clique aqui.

Bastidores do Metallica no MTV Europe Music Awards 1996