Fyre Festival
Crédito: reprodução
   

Talvez você não se lembre, mas há quatro anos, entre Abril e Maio de 2017, seria realizado o badalado Fyre Festival, evento de música na ilha de Exuma, nas Bahamas, com programação para dois finais de semana, acomodações luxuosas e comida gourmet para o público.

Acontece que os organizadores, que cobraram ingressos de até R$ 38 mil, simplesmente não realizaram as ações para que o evento acontecesse normalmente e quem foi até lá ficou em situações precárias sem condições de voltar pra casa.

Antes disso, a maior parte das principais atrações desistiu de se apresentar no festival sob a justificativa de falta de pagamento. Alguns dos grupos que fariam shows foram Blink-182, Major Lazer e Migos.

Indenização para o público

Claro que o caso foi parar na Justiça e agora um Tribunal de Falência dos Estados Unidos determinou que os organizadores do Fyre Festival, processados em uma ação coletiva, devem desembolsar cerca de US$ 2 milhões (o que representa cerca de R$ 11 milhões) às 277 pessoas lesadas.

De acordo com o New York Times, cada pagante do evento deve receber US$ 7.220 (aproximadamente R$ 40,3 mil) e estes valores ainda podem ser reduzidos, dependendo do resultado do caso de falência da Fyre com outros credores.

Ben Meiselas, advogado que defendia a ação judicial do público, afirmou ao jornal que está satisfeito com a decisão do juiz.

“Billy (McFarland) foi para a prisão, espectadores pagantes receberam algum dinheiro de volta, e alguns documentários muito divertidos foram feitos,” disse ele, citando o organizador principal do evento.

Sonho que virou pesadelo

O Fyre Festival foi promovido por celebridades internacionais como as modelos Kendall Jenner, Bella Hadid, Alessandra Ambrósio e Hailey Baldwin, e anunciado como um evento de alto padrão que prometia “o melhor da comida, da arte, da música e das aventuras” na ilha caribenha.

Alguns pacotes custavam até US$ 100 mil (quase R$ 600 mil). O caso ganhou tanta notoriedade que, em Janeiro de 2019, a Netflix estreou o documentário Fyre Festival: Fiasco no Caribe.

Bateu até a vontade de assistir, né?

LEIA TAMBÉM: tweet de sanduíche do Fyre Festival é colocado à venda em NFT por 80 mil dólares