Maroon 5 em Porto Alegre
   

Nos últimos dias, você deve ter visto uma fala de Adam Levine (vocalista do Maroon 5) que gerou bastante polêmica por ele reclamar da ausência de bandas.

A fala do cantor até rendeu uma excelente resposta por parte de Hayley Williams (Paramore), por exemplo, e é inegável que existem inúmeras bandas excelentes no Brasil e no mundo. Acontece que, no que diz respeito aos artistas mais populares do planeta, talvez Adam tenha uma certa razão.

Analisando o Top 50 global do Spotify no dia da publicação desta matéria (18 de Março), são apenas duas que integram a lista: Glass Animals, ocupando o 35º lugar com a canção “Heat Waves” (2020), e o The Neighbourhood, que tem o hit de 2013 “Sweater Weather” na 49ª colocação.

Claro, existem alguns grupos por ali também. Os sul-coreanos do BTS têm o 24º lugar com o mega sucesso “Dynamite”, o trio eletrônico MEDUZA está na 38ª posição com “Paradise”, que conta ainda com Dermot Kennedy na voz, e o coletivo de Rap Internet Money vem na posição seguinte com “Lemonade”, que também tem várias participações. Por fim, o Black Eyed Peas ocupa a 47ª colocação com “GIRL LIKE ME”, parceria com Shakira.

Ainda assim, no total, são seis nomes em meio a 50! Os outro 44 lugares são ocupados por artistas solo ou duos (como o Silk Sonic, de Bruno Mars Anderson .Paak), às vezes com mais nomes graças às participações especiais.

Top 50 do Spotify no Brasil e ausência de bandas

No Brasil, a situação é ainda mais complicada para as bandas: não há absolutamente nenhuma entre as 50 canções mais ouvidas.

Neste caso, estamos considerando Os Barões da Pisadinha como um duo, e eles marcam presença com nada menos que seis músicas no Top 50. O restante do ranking vê diversos bons nomes do Rap e do Sertanejo, além do Pop também marcando presença, mas sempre com artistas solo ou duos e suas colaborações.

Felizmente, nada disso significa que as bandas não existam. Seja no Brasil ou fora, ótimos nomes têm surgido a cada dia com trabalhos incríveis em todos os gêneros possíveis — isso para não mencionar os grupos já conhecidos que seguem entregando ótimas obras. Mas, pelo menos no mainstream, parece que as bandas realmente perderam espaço.

LEIA TAMBÉM: Conheça 30 bandas e artistas sensacionais de 30 países diferentes