Adam Driver e Lady Gaga em House of Gucci
Reprodução/Instagram
 

Patrizia Reggiani não está gostando nada de ver Lady Gaga a interpretando no filme House of Gucci, de Ridley Scott.

O longa conta a história do casal formado por Reggiani e Maurizio Gucci, estilista e herdeiro da família que fundou a grife Gucci. Maurizio morreu em 1995 após ter seu assassinato ordenado por Patrizia, de quem havia se divorciado.

A socialite deixou claro seu descontentamento por não ter sido contatada por Gaga. Em entrevista (via Papel Pop), ela disse:

Estou aborrecida pelo fato de Lady Gaga estar me interpretando no novo longa de Ridley Scott sem sequer ter tido a perspicácia e a sensibilidade de vir me encontrar. […] Não é por uma questão econômica, não vou tirar um centavo do filme, mas de bom senso e respeito. Todo bom ator deve primeiro conhecer a personagem que vai representar.

Patrizia ainda deixou claro que sente muita “simpatia e apreço” por Lady Gaga, mas que não concorda com a situação. Ela completa:

Patrizia Reggiani é muito mais do que ela leu e assistiu, ou o que os roteiristas lhe contaram. Eu mesma, ainda hoje, não terminei de me descobrir, e continuo fazendo isso dia após dia. Quem pode me conhecer e conhecer a minha história melhor do que eu?

Complicado.

Patrizia Reggiani

A socialite foi presa em 1998 após ser julgada pelo assassinato de Maurizio Gucci. O estilista pediu o divórcio de Patrizia em 1985, após 12 anos de casamento, e a deixou por uma mulher mais nova.

Em 1995, Gucci foi morto a tiros por um homem enquanto saía de seu escritório. O assassino foi encomendado por Reggiani.

Em 2016, após 18 anos na cadeia, Patrizia foi solta após mostrar bom comportamento.