Ontem nós publicamos aqui uma notícia sobre Mano Brown, rapper do Racionais MC’s, que foi preso na Zona Sul de São Paulo pois não teria parado em uma blitz, teria ofendido os policiais e estaria com sua carteira de motorista e licenciamento do carro vencidos.

Hoje, porém, Eduardo Suplicy, atual secretário dos Direitos Humanos e Cidadania do município de São Paulo, publicou uma mensagem no Facebook dizendo que Brown foi agredido e pedindo mais respeito e civilidade, “especialmente aos negros”.

Leia a nota na íntegra:

Nesta segunda, Mano Brown, dos Racionais Mc’s, foi à farmácia comprar um remédio para sua mãe, que esteve hospitalizada. No caminho, foi parado por batalhão de PMs. Abriu os vidros, desceu do carro. Mandaram ele elevar os braços por trás da cabeça. Brown pediu para não tocarem nele. Um forte policial deu-lhe um mata leão e o derrubou no chão. Diversos passaram a ofende-lo. Algemaram-no e o levaram ao 37DP, no Campo Limpo. Vicente Cândido e eu fomos lá até que fosse liberado, às 20:30hs. Maior respeito e civilidade especialmente aos negros se faz necessário. O fato de o exame de saúde da carteira de habilitação estar vencido não justificava aquele procedimento.

Cores e Valores

O mais recente disco de estúdio do Racionais MC’s é Cores e Valores, que encerrou um longo período do grupo sem lançamentos e mostrou uma nova sonoridade dos caras.

O álbum entrou em nossa lista dos melhores discos nacionais de 2014.