R.E.M. chega ao fim

Em 2011, após 31 anos de atividade, o R.E.M. pegou o mundo de surpresa e avisou de forma repentina que estaria encerrando as suas atividades.

Agora, de acordo com o baixista Mike Mills, há zero chances de que aconteça o retorno do trio.

Em uma entrevista à revista Rolling Stone, Mills ainda falou sobre o final do grupo:

Não houve nenhum fator real para o nosso término a não ser a decisão de que era hora de acabar. Não houve abuso de drogas. Não houve brigas. Não houve problemas legais. Só era a hora de acabar. A ideia de terminar e não voltar para uma turnê de reunião é atrativa pra gente.

E se alguém ainda tiver um restinho de esperanças, ele foi categórico:

Eu duvido que você irá nos ver excursionando como R.E.M. novamente. Por outro lado, eu toquei com Peter Buck em Nova York outro dia, então coisas divertidas podem acontecer.

O jeito é ouvir o catálogo da banda e esperar para que algo aconteça na cabeça dos integrantes da banda e eles mudem de opinião.

Fonte: NME

 
Compartilhar