Foto: Divulgação / Thaís Mallon
 

Após cinco anos sem novidades, o grupo brasiliense Darshan voltou com um novo disco de estúdio homônimo, o sucessor de Descontrole (2013).

Explorando temas fortes como a desigualdade no país, o racismo e a relação interpessoal, o trabalho traz onde faixas inéditas gravadas no 1234 Recording Studio e produzidas pela própria banda.

Ao falar sobre o disco, o vocalista e guitarrista Oliver Alexandre explicou que o grupo buscou sintetizar a energia que carrega ao vivo: ”Conseguimos sair do caótico ao pleno na mesma música. Improvisamos muito, criamos algumas coisas na hora do show e fizemos exatamente isso na gravação”, ele conta.

A música dá voz a alguns pensamentos que temos nesse dia a dia atual do Brasil, um lugar onde ser ‘minoria’ é praticamente um atestado de óbito, onde somos considerados uma ‘doença’. No início falo sobre ver esse ódio gratuito que se dissemina na internet e nós não temos tempo pra ter essa discussão porque estamos passando por esse treinamento diário de violência e opressão que nos obriga a aprender deixar os sentimentos de lado e ainda sentir prazer nisso.

Ao lado de Oliver, Darshan é Thuyan Santiago (guitarra e vocais), João Paulo Berger (baixo) e Arnoldo Ravizzini (baterista). Ouça o disco logo abaixo.