Duda Brack explora o pop experimental em “Caco de Vidro”; ouça
Foto: Divulgação

Passeando por vários ritmos brasileiros e latino-americanos como pagodão, cúmbia, folk, funk e rock, Duda Brack lança o disco Caco de Vidro.

O disco surge depois de uma crise de depressão em 2016, de cogitar desistir da carreira, de desilusões amorosas e relações abusivas.

Nesse contexto, Duda explica que a obra é extremamente feminina e também feminista. “Fala de muitos fins de ciclos na minha vida, e sobretudo de um processo de superação e retomada de poder pessoal”, disse.

A artista também comenta que, em contexto coletivo, traz provocações a respeito do momento sociopolítico que estamos atravessando no Brasil:

Por isso se chama ‘Caco de Vidro’, no intuito de afirmar que toda ruptura é uma chance de renascer, transmutar e evoluir. Me sinto adentrando um novo ciclo, um ciclo de recomeços, onde tudo está mais solar e em que me vejo muito mais forte, mais firme e mais consciente a respeito do meu próprio caminho, apesar de todas as chagas que temos atravessado.

Produzido pela própria artista em parceria com Gabriel Ventura, o álbum traz uma sonoridade pop experimental que bebe da fonte da MPB e também de ritmos latinos.

O trabalho conta com participações de Ney Matogrosso, BaianaSystem, Lúcio Maia (Nação Zumbi), e Cuca Ferreira (Bixiga 70).

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!