Eminem
Foto: Divulgação
 

No ano passado Eminem causou um alvoroço no BET Awards por improvisar uma rima que falava poucas e boas sobre Donald Trump. Pois bem, isso pode ter “custado caro” ao rapper.

Em “The Ringer”, faixa que abre o novo disco do cara, Kamikaze, ele fala sobre o acontecimento e ainda dá a entender que foi procurado pelo Serviço Secreto americano após sua apresentação.

Além de refletir sobre o que fez — o rapper questiona se valeu a pena, já que perdeu vários fãs –, Eminem se refere a Trump como “agente laranja” e manda:

Estes versos estão o deixando um pouco nervoso
E ele está muito irritado para me responder com palavras
Porque ele sabe que ele vai ser assassinado liricamente
Mas eu sei que pelo menos ele ouviu
Porque o agente laranja acabou de enviar o serviço secreto
Para me encontrar pessoalmente e ver se eu realmente penso em machucá-lo
Ou perguntar se estou ligado a terroristas
Eu disse: ‘Só quando se trata de tinta e letristas’.

A revista TIME foi investigar a situação diretamente com o Serviço Secreto, que não afirmou e nem negou que isso realmente aconteceu. Entretanto, um representante declarou que o órgão investiga todas as ameaças contra o presidente.

Bem, que Trump não gostou nada nós sabemos, mas muitos fãs do rapper o apoiaram e um deles até fez um remix da rima com uma música do Rage Against the Machine. Veja aqui.

Eminem

O novo disco do rapper está dando o que falar.

Eminem foi criticado por incluir gírias homofóbicas na faixa “Fall”, e até Bon Iver, que participou do disco do cara, voltou atrás e criticou o posicionamento do músico. Uma lista inclusive mostra todos os rappers de quem Eminem fala mal em Kamikaze.

Assista ao clipe de “Fall”, onde o rapper lida com críticas, logo abaixo:

Ouça o novo disco do The Who!