Maynard James Keenan, do Tool

Maynard James Keenan se pronunciou sobre a denúncia de que teria estuprado uma garota menor de idade em 2000.

O líder do Tool e A Perfect Circle foi ao Twitter responder às acusações e ainda citou o movimento #MeToo. Segundo o músico, a denúncia é falsa e prejudica a causa que investiga e expõe casos de abuso sexual e estupro no mundo do entretenimento.

Leia:

Muito obrigado a todos que enxergaram através desta desprezível falsa denúncia que só prejudica o movimento #metoo. E envergonhem-se vocês que divulgaram este caça-cliques destrutivo. Sobre minha demora em responder, meu telefone estava desligado. Vocês deveriam tentar [também].

Na última semana, uma mulher usou uma conta sem identificação no Twitter para relatar o suposto estupro. Segundo os relatos, ela tinha 17 anos quando foi ao backstage de um show do A Perfect Circle, e depois levada ao ônibus da banda por Maynard, onde teria sido estuprada.

Após as postagens, outras diversas histórias similares surgiram no Reddit, e no próprio Twitter, com alguns homens afirmando que suas namoradas também foram chamadas ao backstage de diversos shows pelo vocalista.