Foto: Reprodução/YouTube
 

Hiro Murai é um dos grandes gênios por trás do clipe de “This Is America”, o novo hit de Donald Glover sob o pseudônimo de Childish Gambino.

O diretor é um colaborador de longa data do músico, tendo trabalhado em uma série de clipes do Childish Gambino e também dirigido diversos episódios de Atlanta, aclamada série de comédia criada e estrelada por Glover.

Em “This Is America”, Glover dança e canta uma crítica social sobre os Estados Unidos enquanto muitos cenários caóticos acontecem no fundo das filmagens. Em resposta, vários veículos fizeram matérias destrinchando todas as referências do clipe — incluindo nós — e o vídeo acabou conquistando uma audiência enorme.

Agora, Murai entrou em detalhes sobre algumas influências por trás do trabalho e sobre como o projeto começou a ser planejado em uma entrevista para a Variety.

“Nós trabalhamos em clipes de música antes de ‘Atlanta’, e a forma que trabalhamos em ‘Atlanta’ veio da forma que trabalhávamos em vídeos musicais, então foi uma espécie de processo fluido e intuitivo”, comentou Murai. Ele continuou:

Donald tomou conta do processo criativo do conceito inicial do vídeo porque ele sabia como a música seria e eu apareci quando ele estava mixando as partes finais da música. Mas o processo criativo para o vídeo era como se estivéssemos jogando ‘batata quente’ com as ideias — até mesmo enquanto filmávamos o clipe.

Quando questionado sobre quais seriam as influências diretas do clipe, Hiro surpreendeu:

[Eu fui inspirado] Pela ideia de um vídeo de dança que se passaria em meio aos últimos 20 minutos do filme ‘Mãe!’ ou no mundo de ‘Cidade de Deus’.

Enquanto Mãe! é um drama polêmico sobre uma história alegórica e cheio de momentos bizarros, Cidade de Deus é um clássico do cinema brasileiro que retrata a dura realidade sobre a violência presente nas favelas do Rio de Janeiro.

“No final das contas, isso se tratou de juntar as peças no enquadramento e descobrir o que gostaríamos de enfatizar e qual seria o tom que queríamos transmitir”, completou o diretor, mencionando que a mistura de elementos “suaves e sombrios” do clipe foi importante para que Glover proporcionasse à audiência “algo para digerir e discutir”.

Você pode conferir o resto da entrevista de Hiro Murai clicando aqui e o clipe de “This Is America” logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: alguém fez um mashup com “This Is America” e o hit pop “Call Me Maybe”