Lançamentos Nacionais: Seu Pereira e o Coletivo 401, Tertúlia na Lua, André Sampaio, Aiace

Bandas nacionais lançam seus trabalhos mais recentes. Confira!

Seu Pereira e Coletivo 401
Foto: Divulgação
 

A banda Seu Pereira e o Coletivo 401 trouxe ao mundo o disco Eu Não Sou Boa Influência pra Você.

Uma das referências da nova safra musical da Paraíba, a banda traz em seu segundo trabalho letras objetivas sobre relações interpessoais e uma sonoridade bem explorada.

Com produção assinada por pelo guitarrista Chico Correa e Marcelo Macedo, e ilustração feita por Shiko, o disco conta com participação de Helinho Medeiros (sanfona) e Cassicobra (percussão).

Ouça:

Tertúlia na Lua

Tertúlia na Lua
Foto: Loyane Marques

A banda Tertúlia na Lua, formada no Gama, cidade do Distrito Federal, divulgou o seu segundo trabalho, Pensamentos Instantâneos.

O trio, formado por Christian Caffi (vocal e guitarra), e os irmãos Sacramento Thierry (baixo) e Jones (bateria), percorre entre o psicodélico e o tropicalismo sem deixar de mostrar algo mais ímpar.

Sucessor do primeiro EP, O eu além de mim, o trabalho é composto por seis faixas e foi gravado na Sala Fumarte (DF), com produção de Gustavo Halfeld (Cassino Supernova).

Ouça:

André Sampaio

André Sampaio
Foto: Dani Dacorso

O cantor carioca André Sampaio lançou seu segundo disco, Alagbe.

Com referências enraizadas em religiões de matrizes africanas, o ex-integrante do grupo Ponto de Equilíbrio traz uma sonoridade rica, encontro derivado da música norte-americana com afrobeat e o afro-funk.

Alagbe – que significa o guardião da música sagrada do candomblé – conta a produção de Cris Scabello (Bixiga 70), banda formada por Mauricio Bongo (bateria), Rico Bass (baixo), Marcos Mauricio (teclado), Joás Santos (percussão) e coro composto por Lenna Bahule e Kuky Lughon.

Ouça na íntegra:

Aiace

Aiace
Foto: Matheus Leite

A cantora baiana Aiace estreia na cena com o disco Dentro Ali.

Com produção de Paulo Mutti, o disco retrata as descobertas musicais da cantora em sua carreira solo, traz vertentes sonoras bem exploradas, com referências fortes do jazz, do MPB e também em ritmos afro-baianos.

Dentro Ali se destaca por ter a participação ilustre de Luiz Melodia, na música “Samba é Sacerdócio”, como um dos últimos registros do cantor em estúdio, e também do artista e padrinho da cantora, Lazzo Matumbi, na canção “Nega Margarida (Ê Menina)”.

Ouça:

Comentários