Plateia de show com smartphone
Foto da plateia de show via Shutterstock
 
Ouça o novo single da Majur!

De acordo com o site americano Skiddle, a maioria absoluta dos jovens hoje em dia não vê problema no uso de smartphones durante shows. A pesquisa foi feita com 1200 fãs de música entre 16 e 30 anos de idade.

Desse total, 27% responderam que, se pudessem, proibiriam o uso de celulares em shows. Dentre esse total de 27%, 37% alegaram que smartphones distraem o público. 34% consideram que o seu uso estraga a experiência de se assistir a um show. 20% dessa galera reclamou que colocar o aparelho para cima atrapalha a visão de quem está atrás querendo ver o artista.

Os outros 9% acham desrespeitoso tirar fotos ou gravar vídeos durante as apresentações. Mas a maioria absoluta pensa o contrário. Dos 73% a favor, mais da metade dos entrevistados defendem fotos e gravação de vídeos. O argumento usado foi de que essa é a maneira mais eficaz de reviver o momento após ter saído do show.

Um total de 24% costuma compartilhar a experiência através das redes sociais. 13% disseram que têm todo o direito de usar o telefone, uma vez que pagaram pelo ingresso.

 

Mas e os artistas?

Assim como os fãs, os artistas também se dividem em relação ao uso de smartphones durante os shows. E exemplos disso não faltam. Mick Jagger, Rihanna, Billie Joe e até o grupo Mumford & Sons já pediram para os fãs evitarem mexer nos celulares durante o show.

E há ainda quem se mostre mais radical. Corey Taylor já chegou a esvaziar uma garrafa d’água em uma menina que “não estava prestando atenção” em uma apresentação do Slikpnot. Já Marky Ramone protagonizou um divertido vídeo em que apresenta o novo “mata-moscas de smartphones”.

Mas a melhor crítica de todas veio do atual guitarrista dos Red Hot Chili Peppers, Josh Klinghoffer. Durante show na Itália, Josh trocou solo de guitarra de “Californication” pelo seu celular.

Outra atitude extrema aconteceu recentemente quando seguranças do A Perfect Circle expulsaram fãs com celulares de shows da banda.

Mas e você? O que pensa a respeito do uso de smartphones em eventos de música? Deixe sua opinião nos comentários.