Taylor Swift e Brendon Urie em ME!
Reprodução/YouTube

A passagem da The Eras Tour pelo Brasil tem dado muito o que falar, inclusive por algumas divergências entre Taylor Swift e sua própria base de fãs, considerada uma das mais fervorosas entre as artistas Pop do momento.

Na turnê que celebra todas as fases de sua carreira – com mais de 40 músicas e 3h30 de duração por noite – a cantora reserva um momento para tocar duas canções surpresa, que não costumam aparecer ao vivo.

No show desta segunda-feira (20) no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, Taylor escolheu “So It Goes…” – do Reputation (2017) e que não era tocada desde a época do disco – e “ME!”, parceria com o Panic! At The Disco lançada no álbum Lover (2019).

Acontece que essa última desagradou até os maiores fãs, que foram às redes sociais reclamar que a música é “ruim”. Foi o suficiente para quem não gosta muito de Taylor Swift aproveitar a brecha e criticar a artista.

Taylor Swift comparada ao AC/DC e Imagine Dragons

No Twitter, um post do internauta @bolorderolo já acumula quase meio milhão de views depois de dizer que, na verdade, “ME!” tem uma sonoridade muito parecida com qualquer outra canção de Taylor.

Ele chegou a comparar a cantora à banda de Rock AC/DC:

Ontem fui ouvir a ‘Música Que Vocês Coletivamente Odeiam’ da loirinha e juro por tudo que é mais sagrado que soa exatamente como as que vocês amam. É diferente do resto na medida que uma música do AC/DC é diferente de outra música do AC/DC, que é essencialmente não sendo.

Nas respostas, tem gente citando outras bandas que teriam esse “problema” de músicas parecidas demais, como Imagine Dragons e Red Hot Chili Peppers, que lançou dois discos só no ano passado.

Já os fãs de Taylor Swift estão justificando que a parte ruim de “ME!” não é a sonoridade, e sim a letra, que a maioria considera “bobinha demais”. O internauta @pandacomtdah ainda lembrou que o clipe da música segue a mesma linha:

O ponto é que ela tem muita música bem escrita (‘All Too Well’ com fama ser a mais bem escrita) e a letra de ‘ME!’ é bobiça demais. O ódio vem daí. No clipe ela chega a falar ‘hey kids, spelling is fun!’, vestida de Xuxa e mandando as crianças soletrarem. PELO AMOR DE DEUS.

Continua após os tweets

Parceria de Taylor Swift e Brendon Urie

Vale registrar que alguns fãs também estão apontando que o “hate” em torno da música se deve à parceria com Brendon Urie, que já foi “cancelado” em nichos da internet por declarações questionáveis no passado.

E aí, de que lado você está dessa (mais uma) polêmica dos shows de Taylor Swift no Brasil?

Veja abaixo o videoclipe de “ME!” e tire suas próprias conclusões.

LEIA TAMBÉM: Estudante viraliza após citar Taylor Swift em redação do ENEM 2023

I WANNA BE TOUR

Em poucos dias o Brasil receberá uma turnê incrível com gigantes do Emo e Rock Alternativo; garanta o seu ingresso por aqui!