Aaron Paul se junta à greve dos atores
Crédito: reprodução

Aaron Paul, que interpretou o personagem Jesse Pinkman em Breaking Bad, se juntou aos seus colegas em apoio às greves do Writers Guild of America (WGA) e do Screen Actors Guild (SAG-AFTRA).

O ator de 44 anos revelou que não recebe nenhum pagamento residual apesar do sucesso de Breaking Bad na Netflix, serviço de streaming que também disponibiliza o spin-off Better Call Saul, encerrado em 2022.

Em seu desabafo, Paul, que venceu três Emmys pelo seu papel na série, deixou claro que considera injusta a forma como os estúdios remuneram os artistas que tanto contribuem para o sucesso das obras audiovisuais (via NME):

Para ser totalmente honesto, não recebo nada da Netflix de ‘Breaking Bad’ e isso é uma loucura para mim. Acho que muitos desses streamers sabem que estão fugindo por não pagar às pessoas um salário justo e agora é hora de desembolsar.

A luta continua! Assista ao final da matéria o protesto nas ruas dos atores de Breaking Bad.

Bryan Cranston também falou sobre a paralisação

Ainda segundo a NME, Bryan Cranston, que interpretou o protagonista Walter White em Breaking Bad, ressaltou que o intuito da greve não é demonizar as plataformas, mas garantir direitos fundamentais dos elencos:

Não estamos fazendo [dos estúdios e streamers] inimigos. Eles não são vilões. Estas são pessoas com quem todos trabalharemos novamente em algum momento. Queremos apenas que eles vejam a realidade e a justiça e voltem para a mesa e conversem conosco.

O diálogo sempre é a melhor solução, né?

LEIA TAMBÉM: Tom Morello faz show para apoiar greve em Hollywood que já dura três meses

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!