João Gordo compara Ratos de Porão com Sepultura e admite que sua banda não fez tanto sucesso por não falar inglês
Reprodução / YouTube

João Gordo, vocalista do Ratos de Porão, compartilhou com o público o que acredita ser um dos motivos que possivelmente atrapalhou o sucesso de sua banda no exterior.

Durante sua participação recente no podcast Podpah, o músico fez uma comparação entre a trajetória do seu grupo com a do Sepultura, que conseguiu um contrato com uma gravadora estrangeira. Gordo apontou (via Whiplash):

Aqui em São Paulo surgiram várias bandas de metal. Em Belo Horizonte, veio o Sepultura. Aconteceu a mesma coisa em várias partes do mundo. Eles foram crescendo, lançando discos. Em 1988, conseguiram contrato com a Roadrunner Records de Nova York e lançaram o disco ‘Beneath the Remains’, que projetou os caras. Um fato interessante é que, por não falarmos inglês como eles, isso meio que travou e não fomos junto. Éramos uns punks malucões, muito toscos. Estávamos afim de ficar doidão, se divertir e usar drogas.

Faz sentido? Você pode conferir no vídeo abaixo a participação na íntegra de João Gordo no Podpah.

João Gordo e Ratos de Porão

No mês passado, o líder do Ratos de Porão participou de outro podcast em que voltou às suas origens e lembrou do exato momento em que criou um forte laço com o Rock, o Heavy Metal e o Punk.

Além disso, Gordo compartilhou uma fala polêmica ao dizer que, como um “roqueiro profissional”, seu objetivo “era só se drogar e ouvir música”. Saiba mais detalhes aqui.

LEIA TAMBÉM: João Gordo lamenta afastamento de Max Cavalera e diz por que não deve reatar a amizade: “a mulher não deixa”

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!