Stranger Things
Crédito: reprodução

Após muitas especulações nos anos anteriores, a quarta temporada de Stranger Things deixou quase evidente que Will Byers, personagem de Noah Schnapp, é gay e nutre uma paixão secreta por Mike Wheeler, vivido por Finn Wolfhard.

Em algumas cenas, era clara a tensão entre os dois amigos e no último episódio da temporada Will chega até a chorar em conversa com Mike sobre a sua namorada, Eleven (Millie Bobby Brown), enquanto eles estão na estrada dentro de um furgão.

Já outra sequência da série da Netflix mostra o irmão de Will, Jonathan (Charlie Heaton), dando conselhos e revelando que estava ali por ele não importa o que acontecesse, em clara referência à sexualidade de Will.

Em entrevista à Variety, Schnapp não titubeou para responder a questão (via VanityFair):

Sempre estiveram por ali [as referências], porém você nunca sabia, tipo, estaria ele apenas crescendo mais devagar do que seus amigos? Ele amadureceu com o passar do tempo, e os roteiristas/produtores [da série] fizeram disso uma coisa muito real e óbvia. Agora, está 100% claro que ele é gay e que ama o Mike. Mas antes, foi um arco lento, feito tão lindamente. Isso porque é muito fácil fazer um personagem de repente ser apresentado como gay.

No passado, Noah, talvez orientado pelos produtores, desconversava quando o assunto era a sexualidade de Will, dando declarações vagas como afirmar que o tema “estava sujeito à interpretação do público”. Agora, ele mudou o tom:

Quero dizer, está muito claro nessa temporada que Will tem sentimentos por Mike. Eles têm inserido isso intencionalmente nas últimas temporadas. Até mesmo na primeira, eles tocaram no assunto de forma sutil, e foi crescendo na narrativa. Eu acho que para a quarta temporada, era apenas eu interpretando esse personagem que está apaixonado por seu melhor amigo e sofre por não saber se seria aceito ou não, e se sentindo como um erro ou como se ele não pertencesse. Will sempre se sentiu assim.

Tá explicado!

Treta entre Noah Schnapp e Doja Cat

Na entrevista, Schnapp também falou sobre a polêmica com Doja Cat nesta semana. Como te contamos aqui, o adolescente de 17 anos compartilhou em sua conta no TikTok mensagens privadas trocadas com a cantora a respeito de Joseph Quinn, que interpreta o metaleiro Eddie Munson em Stranger Things.

Noah pediu desculpas pelo ocorrido e disse à Variety que foi “super displicente nas redes sociais”:

Eu postei sem pensar direito, mas obviamente feriu os sentimentos dela. Então, como deveria, eu me desculpei e ela foi totalmente ok com isso, e foi tipo, ‘Me desculpe pela forma que eu reagi’. Está tudo bem. Eu a amo. Eu sou o maior fã da música dela, e disse isso a ela.

Que bom que se entenderam!

LEIA TAMBÉM: Fãs de Stranger Things se revoltam após Sadie Sink ser esnobada nas indicações ao Emmy

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!