Baco Exu do Blues
Crédito: Daiana Carvalho

Nesta sexta-feira (18), aconteceu o primeiro dos dois shows com ingressos esgotados que Baco Exu do Blues realizou no Circo Voador, no Rio de Janeiro, em turnê do recente disco QVVJFA? (2022).

Para aquecer o público, subiram ao palco antes do artista principal os rappers Vírus Carinhoso e Celo Dut. Depois de atraírem quase todo mundo para debaixo da lona, os convidados de abertura abriram caminho para Baco conduzir a plateia quando o relógio já se aproximava de 1h.

Para abrir o show em uma noite extremamente calorenta (fazia 36° na cidade), Baco cantou “Sinto Tanta Raiva”, música que aparece em seu novo álbum. O artista baiano seguiu contagiando os fãs com as também novas “Dois Amores” e “Mulheres Grandes”.

Com o Circo abarrotado e as pessoas disputando espaço mais para frente do palco, Exu do Blues cantou “Me Desculpa Jay Z”, faixa do aclamado disco Bluesman (2018).

Enquanto o público cantava tão alto a ponto de, muitas vezes, Baco direcionar o microfone para a plateia, o rapper apresentou outras canções que viraram sucesso, como “Te Amo Disgraça”, que integra o álbum Esú (2017).

Além de causar histeria em grande parte do público devido a sua boa forma física (a camisa branca encharcada de suor ressaltava seus atributos físicos), Exu do Blues fez a plateia urrar ao puxar coro em favor do candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva.

O artista, que lançou uma música chamada “Amo Cardi B e Odeio Bozo” no disco Não Tem Bacanal na Quarentena (2020), não foge da raia para se posicionar no cenário político e seus fãs fizeram questão de apreciar esse momento.

Depois de “Autoestima”, em que Baco reforçou a necessidade de todos nós nos afastarmos daqueles que fazem mal, o artista incluiu no repertório outras faixas de QVVJFA?, como “Samba em Paris”, “Cigana” e “4 da Manhã em Salvador”.

Já perto do final do show, antes de “Inimigos”, Exu do Blues pediu a ajuda do público: “Sempre que vocês ouvirem ‘mortos’ vocês vão colocar as duas mãos para cima. Fechou?”. A reta final também contou com hits como “Girassóis de Van Gogh” e “Bluesman” e, às 2h30, Baco anunciou sua despedida ao encerrar o repertório com “Flamingos”.

Agitando todos os fãs presentes pela última vez, Exu do Blues se dirigiu ao backstage sob fortes aplausos e muita aclamação, reafirmando sua posição como um dos artistas mais interessantes no Brasil atualmente.

Veja fotos da performance abaixo, logo depois do setlist completo!

Setlist Baco Exu do Blues no Circo Voador

1. “Sinto Tanta Raiva…”
2. “Dois Amores”
3. “Mulheres Grandes”
4. “Me Desculpa Jay Z”
5. “20 Ligações”
6. “Queima Minha Pele”
7. “Sei Partir”
8. “Te Amo Disgraça”
9. “Lágrimas”
10. “Autoestima”
11. “Samba in Paris”
12. “Imortais e Fatais 2”
13. “Cigana”
14. “Girassóis de Van Gogh”
15. “Bluesman”
16. “Inimigos”
17. “4 da Manhã em Salvador”
18. “Flamingos”

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar