Kanye West

Kanye West compartilhou com seus fãs um vídeo de oração celebrando o Dia de Ação de Graças nos EUA e trouxe uma reflexão profunda sobre sua vida.

Na narração que acompanha o vídeo de cinco minutos, Ye aborda seu casamento com Kim Kardashian, sua saúde mental e sua relação pública com o Cristianismo.

Além disso, ele fala sobre o período em que apoiou Donald Trump usando o boné com a frase “Make America Great Again” (MAGA) —um símbolo dos apoiadores do ex-presidente dos Estados Unidos —, sua corrida presidencial, erros financeiros que cometeu e muito mais.

Antes de divulgar a oração, Kanye participou na última quarta-feira (24) de um evento de Ação de Graças em Los Angeles e publicou em sua conta do Instagram um trecho em que fala sobre seu casamento com Kim Kardashian (via Pitchfork). Ele disse:

Cometi erros. Eu fiz publicamente coisas que não eram aceitáveis ​​como marido, mas agora mesmo, por qualquer motivo — eu não sabia que estaria na frente deste microfone — mas estou aqui para mudar a narrativa.

Em seu vídeo mais recente, West compartilha mais detalhes sobre sua relação familiar e aponta que sua ex-esposa não apoiava sua decisão de apoiar Trump. Ele ainda declarou que sua corrida presidencial impactou seu casamento, explicando:

Tudo o que penso todos os dias é como vou reunir minha família e curar a dor que causei. Eu assumo a responsabilidade por minhas ações.

[…] Meu Deus, como minha esposa não gostava que eu usasse o chapéu vermelho. Sendo uma boa esposa, ela só queria proteger a mim e a nossa família. Eu fiz de mim e de nossa família um alvo ao não me alinhar com a postura política de Hollywood e isso foi difícil para nosso casamento.

Em seguida, concorri à presidência sem a preparação adequada e sem aliados em nenhum dos lados. Envergonhei minha esposa pela maneira como apresentei informações sobre nossa família durante aquela e — graças a Deus — única entrevista coletiva. Tudo o que meu pai teve a dizer depois foi: ‘Escreva seu discurso da próxima vez, filho.’

Kim pediu o divórcio de Ye em Fevereiro deste ano mas, durante os eventos de audição ao vivo do novo disco do rapper, DONDA, que aconteceram em Agosto, ela esteve presente e em uma das ocasiões até apareceu vestida de noiva. Recentemente, no entanto, a influenciadora foi vista de mãos dadas com o ator e comediante Pete Davidson.

Desabafos e agradecimentos de Kanye West

Em seu novo vídeo, Kanye também abordou sua relação com o cristianismo, que começou a ser mais exibida com frequência ao público através de seu álbum JESUS IS KING (2019) e suas sessões do culto dominical Sunday Service. Sobre isso, ele disse:

Quando fui salvo, não me tornou imediatamente uma pessoa melhor. Isso me tornou um cristão hipócrita. Misture isso com ser rico, famoso e muito, muito, muito, muito, muito atraente, e você tem um coquetel molotov pronto para ser jogado pela janela de qualquer um que discordasse de mim. Fui arrogante com meu Jesus, como se tivesse acabado de comprar um Jesus na loja Gucci com um cheque de auxílio financeiro.

Depois de fazer comentários sobre diversos assuntos ligados à sua trajetória nos últimos anos, West encerrou seu vídeo dizendo:

Neste Dia de Ação de Graças, sou grato pela família que minha esposa me deu, sou grato pela vida que Deus me deu e sou grato por seu tempo, atenção e paciência. Em nome de Jesus, amém.

Recentemente, a Netflix anunciou um documentário que irá abordar diversos aspectos da vida de Kanye West. Intitulado Jeen-Yuhs, a obra estaria sendo produzida há 21 anos e tem lançamento previsto para 2022. Confira aqui o primeiro teaser.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ye (@kanyewest)

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!