Evan Rachel Wood e Marilyn Manson
Fotos Stock via Shutterstock
 

A participação de Marilyn Manson na festa de audição realizada por Kanye West do seu recém-lançado álbum DONDA, na última quinta-feira (26), surpreendeu muitas pessoas.

Entre aqueles que se manifestaram sobre o convidado do rapper está a atriz Evan Rachel Wood, que em Fevereiro deste ano acusou Manson de abuso e compartilhou fortes depoimentos sobre seu relacionamento com o cantor.

O posicionamento de Wood foi compartilhado com o público através de sua conta do Instagram com um vídeo em que ela aparece fazendo uma cover ao vivo de “You Get What You Give”, do New Radicals.

A atriz tocou uma versão mais sombria e lenta da música ao lado do guitarrista Zane Carney, com quem tem um projeto musical chamado Evan + Zane, durante um show em Hollywood neste sábado (28).

A faixa em questão ficou conhecida por citar Marilyn Manson e chamá-lo de “falso” em sua letra. Junto com a gravação da performance em que a atriz aparece mostrando o dedo do meio, Evan escreveu na legenda:

‘Você recebe o que dá’ – Para minhas companheiras sobreviventes que levaram um tapa na cara esta semana. Eu te amo. Não desista.

Nas imagens publicadas por Wood, é possível vê-la lendo a letra da música em seu celular e, de acordo com um comentário do próprio Zane na postagem, eles aprenderam a canção nos bastidores três minutos antes do show começar. Confira no vídeo ao final da matéria.

Acusações contra Marilyn Manson

Desde que Evan Rachel Wood revelou que passou por uma “lavagem cerebral” e foi “manipulada para ser submissa” por Marilyn, outras mulheres surgiram ao longo do ano alegando situações extremamente pesadas envolvendo o cantor.

Além disso, o músico perdeu o contrato com sua gravadora, foi dispensado dos papéis que iria interpretar nas séries American Gods e Creepshow e foi deixado pelo empresário Tony Ciulla, que administrou sua carreira por 25 anos.

Recentemente, Manson disse que ações judiciais movidas contra ele, como a da atriz Esmé Bianco, são feitas para “monetizar e explorar o movimento #MeToo”. Você pode saber mais sobre isso e sobre as acusações de forma geral por aqui.

O músico ficou afastado do público enquanto sofria as acusações, mas recentemente fez parceria com Kanye West na faixa “Jail, Pt. 2” que integra seu novo disco DONDA, lançado neste final de semana.