Papagaio Sabido
Crédito: Camisa Preta Filmes
 

O grupo carioca Papagaio Sabido lançou nas plataformas digitais o álbum Voo Livre.

O disco, com produção musical de Daniel Wally, apresenta 12 canções autorais e inéditas, trazendo as participações de Alice Sales, Gabriela Pasche, Mariana Milani, Giuliano Eriston e Daniel Ganc.

O trabalho de estúdio, que tem como carro-chefe a canção “Voo Livre”, é marcado por letras que tratam de questões sociais como o preconceito, racismo estrutural, meritocracia e respeito ao próximo.

A banda é formada por Diego Moreira (voz e violão), Guilherme Pimenta (violino), Pedro Santos (voz e pandeiro), Thiago Gama (cavaco e bandolim) e Thiago Oliveira (bateria).

A Papagaio Sabido estreou em 2015 com o EP Curupaco e três anos depois disponibilizou o disco Revoada (2012).

Pratagy

Pratagy
foto: Maria Pratagy

O compositor, cantor e produtor musical paraense Pratagy disponibilizou no YouTube o registro do show Te Amo: Sessão Ao Vivo.

A apresentação contou com três músicas, incluindo o single “Um Objeto no Céu”, composto depois que o artista assistiu Aquarius (2016), filme do pernambucano Kleber Mendonça Filho.

“É a ideia do refrão ‘Não quero ir, não quero voltar / Eu sei que aqui é nosso lugar’. Acho que a música acabou expressando – a nível microscópico – a minha relação com a casa que moro. Em um nível maior e político, nas pessoas que lutam diariamente pelo seu espaço, por serem quem são e de ocuparem os espaços que são delas,” comenta Pratagy sobre a faixa.

O vídeo substitui o tradicional show de lançamento em uma versão digital e online. As outras canções presentes no repertório são “Te Amo” e “Tramas Sutis”, música do disco Búfalo (2017).

Jáder

Jáder
foto: Flora Negri

O músico e performer pernambucano Jáder liberou nas plataformas de streaming a canção “Eu Gosto”.

A proposta do artista com a música é desconstruir a ideia do forró voltado ao homem heteronormativo e aos seus prazeres, pois Jáder busca em sua arte desconstruir uma sociedade machista e LGBTfóbica.

A ideia do cantor, que tem entre suas influências Elba Ramalho, Amelinha e Terezinha de Jesus, é ressignificar esses novos espaços dentro do gênero nordestino e retratar novas simbologias sobre a sensualidade, a paquera e a dança a dois.

Duda Colla

Duda Colla
foto: divulgação

Inspirada por Billie Eilish e Jão, a cantora e compositora catarinense Duda Colla lançou o clipe da faixa “Vai”. O vídeo tem uma atmosfera introspectiva e foi dirigido por Rodrigo Schaefer.

“Produzi-lo foi uma experiência incrível, ele foi gravado em estúdio e o objetivo principal era fazer algo conceitual e que transmita esse lado mais solitário, sentimental e introspectivo da música,” conta Duda.

Escrita em parceria com Japa Kikuchi e Marlon Krahn, este é o primeiro single do EP Lunah, que deve chegar em breve.

“Todas as músicas do EP possuem conexão com as fases da lua e elementos da natureza. No caso de “Vai”, representa a lua nova e o elemento água, trazendo energias de recomeço, introspecção e instabilidade emocional,” adianta a cantora.

Elana Dara

Elana Dara
foto: Bernie Walbenny

A cantora e compositora Elana Dara lançou uma versão acústica da música “aff…”, seu sexto single autoral, lançado em Abril deste ano. A nova roupagem da faixa é apresentada de forma mais intimista, em voz e violão.

Nesta versão, Elana é acompanhada por Léo Caranga e o vídeo foi gravado em São Paulo, respeitando todos os protocolos de saúde necessários diante da pandemia.

“Toda música que lanço sempre gosto de fazer uma versão acústica, pois é de onde eu vim e é um ambiente musical que me sinto em casa. Eu espero que a galera goste desse meu novo som, pois fiz com muito carinho e mal via a hora de poder mostrar para todo mundo,” comenta a artista, que deve liberar seu EP de estreia até o final de 2021.