Crédito: reprodução
 

Neste domingo (24), o viral “Charlie Bit My Finger” (“Charlie Mordeu Meu Dedo”, em português), que surgiu em 2007 e se tornou um dos vídeos mais vistos na história do YouTube, foi leiloado como obra NFT por US$ 760.999 (o que representa mais de R$ 4 milhões).

A disputa para arrematar o popular item provocou uma verdadeira guerra de lances entre contas anônimas, fazendo o preço disparar nas horas finais do leilão e chegar ao valor mencionado acima.

O comprador da peça foi identificado como “3fmusic”, que concorria contra os lances de “mememaster”, para deixar claro que realmente era uma “briga” travada no anonimato.

Para quem não sabe, NFT é a sigla em inglês para “non fungible token” (token não fungível”, na tradução). Ele funciona como uma espécie de assinatura digital única que permite a comprovação da autenticidade de materiais artísticos produzidos e divulgados na web.

Charlie Bit My Finger e Retirada do YouTube

O vídeo, que acumula quase 900 milhões de visualizações na plataforma do Google, deve ser retirado do YouTube em breve.

“Faça um lance para ser o dono do fenômeno do YouTube que em breve será excluído, ‘Charlie Bit My Finger’. Assim, você será o único proprietário deste adorável pedaço da história da internet (e terá a chance de dizer que Charlie mordeu seu dedo. Veja do que se trata todo o hype),” dizia a descrição no site antes do leilão.

No vídeo, gravado por uma família britânica, o bebê Charlie está ao lado de seu irmão mais velho, Harry, e de repente morde o dedo dele, que reclama e chora em seguida.

LEIA MAIS: Foto animada de Amy Winehouse vira NFT para caridade

Relembre o vídeo fofo a seguir: