T.I. rapper ridículo
Reprodução/YouTube
 

O rapper T.I. está sob investigação da polícia de Los Angeles junto com sua esposa, Tameka “Tiny” Harris.

De acordo com informações do The Daily Beast, recaem sobre o casal novas acusações de agressão sexual. O Departamento de Polícia de Los Angeles confirmou à Pitchfork que a investigação acontece, mas não revelou mais detalhes.

Uma mulher, cuja identidade permanece anônima, reportou à polícia local em Abril que ela foi levada em 2005 por T.I. e Tiny até um hotel. Lá, ela ingeriu uma bebida dada pela companheira do artista que a deixou “como se estivesse drogada”.

A mulher alega que T.I. penetrou sua vagina com os dedos do pé sem o consentimento dela. O Daily Beast também compartilhou detalhes de um segundo relatório policial feito no início deste mês em Las Vegas.

Advogado de T.I. se pronuncia

O advogado do casal, Steve Sadow, comentou as acusações através de um comunicado e negou que T.I. e sua esposa tenham sido procurados pela polícia.

“Os Harrises (sobrenome do casal) não falaram ou foram contatados pelo Departamento de Polícia de Los Angeles (LAPD), ou pelo Departamento de Polícia de Las Vegas (LVPD) ou, até mesmo, por qualquer autoridade policial de qualquer jurisdição do país. Mesmo que a gente considerasse que a história contada pelo The Daily Beast é plausível, a ‘acusadora’ escolheu mais uma vez permanecer com sua identidade no anonimato, o que anula qualquer possibilidade de nós avaliarmos se as acusações podem fazer sentido ou não — ou até fazermos um exame,” afirmou o advogado.

“Enquanto isso, embora a gente esteja aqui respondendo pela primeira vez essa notícia de que uma ‘acusadora’ supostamente fez uma denúncia à polícia, nós não temos absolutamente nenhum detalhe sobre ela ou sua acusação,” completou Sadow.

A mulher que acusa o casal está sendo representada pelo advogado Tyrone A. Blackburn, que em Fevereiro havia divulgado uma carta em que 11 pessoas se colocaram como “vítimas” dos Harrises.

T.I. e Tiny têm negado todas as acusações. Em Março, eles foram processados por Sabrina Peterson por difamação, invasão de privacidade, tentativa de infligir estresse emocional e mais. O rapper e ator já perdeu trabalhos devido às acusações, como por exemplo o seu papel nos filmes do Homem-Formiga.

LEIA TAMBÉM: Kodak Black se declara culpado de assédio para evitar pena por agressão sexual

 
Compartilhar