Creed, show horrível em 2002
 

Não é segredo pra ninguém que o Creed é absolutamente conhecido e tratado como uma das piores bandas dos anos 2000.

Sem entrar no mérito da qualidade do som dos caras, o fato é que em 29 de Dezembro de 2002 um show realizado em Chicago, nos EUA, deu motivo para muita gente ter certeza que isso tudo ia além de uma brincadeira e era uma realidade.

Relatos espalhados pela internet falam de um dos piores shows já feitos por uma banda assinada a uma grande gravadora e nem os mega hits “With Arms Wide Open” e “My Sacrifice” salvaram uma performance que, segundo alguns dos presentes, contou com o vocalista Scott Stapp notavelmente intoxicado.

Ele contou eventualmente que estava tomando antibióticos muito fortes para a garganta e, quando se sentiu melhor da infecção, acabou tomando uma garrafa de whisky antes da apresentação — o que lhe deixou em um estado mental terrível, inclusive com relatos de que ele teria rolado pelo palco (algo justificado como um “momento artístico”) e simplesmente tirado um cochilo depois de balbuciar as palavras para algumas canções.

Isso fez com que quatro fãs do grupo abrissem um processo alegando terem sido enganados e privados da experiência de um verdadeiro show do Creed, mas os relatos sobre os resultados desse caso na Justiça são contraditórios; algumas fontes afirmam que os espectadores foram reembolsados em “milhões” e outros dizem que a corte simplesmente descartou o processo.

De toda forma, não há qualquer registro em vídeo da noite — a foto de capa da matéria é um dos poucos registros em foto, aliás — e há rumores de que os empresários da banda vigiam isso até hoje, apagando os vídeos sempre que eles surgem em uma tentativa de manter a pouca reputação que sobrou do grupo depois de tantas confusões do tipo.

Felizmente, Scott hoje em dia está sóbrio e recuperado de diversas batalhas com sua saúde mental e com os vícios, e inclusive irá interpretar Frank Sinatra em um novo filme muito em breve.

LEIA TAMBÉM: Oh, céus… Creed pode se reunir em breve, afirma baterista

   
Compartilhar