Porão do Rock 2020
 

Porão do Rock é um festival que acontece há longos anos em Brasília e que, como o nome bem entrega, nasceu para celebrar o gênero ligado às guitarras distorcidas.

Pois há algum tempo o evento passou a diversificar seu line-up e isso pode ser visto na edição online do PdR que acontece hoje (19) e amanhã (20) no YouTube.

Com uma escalação de peso, o festival terá shows ao vivo e plugadíssimos de nomes como Marcelo D2, Tuyo, Dead Fish, Francisco, el Hombre, Krisiun, Alf Sá, Autoramas, Lupa e mais.

Para assistir à transmissão, é só dar um pulo no Canal do Porão do Rock no YouTube.

Porão do Rock 2020

Quando: 19 e 20 de dezembro, sábado a partir das 18h e domingo a partir das 17h
Onde: canal no Porão no Youtube
Quanto: gratuito, sem necessidade de retirada de ingresso
Contribua com a vaquinha do Backstage Brasília

Dia 19 (Sábado)

KRISIUN (RS)

Desde 1990, Alex Camargo, Max Kolesne e Moyses Kolesne, são não só irmãos de sangue mas também de Death Metal. Formada em Porto Alegre (RS), a banda Krisiun ruma aos 30 anos de carreira fiel ao estilo. Do álbum debut, o clássico “Black Force Domain”, até o recém lançado “Scourge of the Enthroned”, que chegou a figurar em diversas listas em 2018 como a “Heat seekers” da Billboard, o grupo é certeiro e nada os tira do caminho de serem verdadeiros ao estilo Death Metal.

AUTORAMAS (RJ) + BNEGÃO (RJ)

Os riffs e os efeitos originais de guitarra, o baixo com distorção, as batidas dançantes, as letras e melodias características daquela mistura de surf, garage, bubblegum, punk espacial, iê-iê-iê. Esse é o Autoramas! Nesses mais de 20 anos, a banda lançou sete discos, fez shows em todos os Estados do Brasil, tocou em 23 diferentes países. No Porão, a banda ainda conta com a participação mais que especial de BNegão numa apresentação incrível e imperdível!

DEAD FISH (ES)

Consagrada como uma das principais bandas de hardcore do Brasil por seu discurso político progressista, Dead Fish aborda, na maioria de suas letras, a saúde e educação pública, além de denunciar, sem meios termos, a desigualdade, desonestidade, preconceito, hipocrisia e violência no país. Com quase 30 anos de estrada e com muitos prêmios e reconhecimento nacional e internacional, a banda lançou este ano o disco Lado Bets.

EDU FALASCHI (SP) – TEMPLE OF SHADOWS IN CONCERT – ESTREIA MUNDIAL

Uma das atrações mais aguardadas do Porão 2020 é a ESTREIA MUNDIAL do especial EDU FALASCHI – TEMPLE OF SHADOWS IN CONCERT. O filme, que comemora os 15 anos de sucesso deste memorável álbum. Este é único show do festival que não será transmitido ao vivo, mas por uma razão ótima: esta é uma das produções audiovisuais mais aguardadas pelos fãs de rock Brasil afora. Temple of Shadows in Concert contou com a presença dos convidados Maestro João Carlos Martins & Orchestra Bachiana, Kai Hansen (Helloween/Gamma Ray), Guilherme Arantes, Michael Vescera (Malmsteen/Loudness), Sabine Edelsbacher (Edenbridge) e Tiago Mineiro.

CAOS LÚDICO (DF)

Formado em 2015, o Caos Lúdico é formado por João Ramos (Voz/Guitarra), Rafael Marreta (Baixo), Guilherme Wanke (Bateria), Haniel Tenório (Trompete), Felipe Andrade (Saxofone) e Luciano Batista (Trombone). Influenciada principalmente pelo Ska, pelo Reggae e pelo Punk Rock, a banda conta com composições vibrantes e suas letras apresentam recortes do cotidiano com um discurso direto ecoando um som forte e contemporâneo. Em sua trajetória, a banda conseguiu encontrar um estilo próprio aliando a contemporaneidade à pressão do punk rock e do ska.

DFC (DF)

Na estrada desde 1993, a DFC é conhecida no meio alternativo pelo seu hardcore rápido, empolgante e também pelo sarcasmo político e irônico de suas letras. Brasiliense, o DFC (Distrito Federal Caos) é formado por Túlio (vocal), Miguel (guitarra), Leonardo (baixo) e Fredvan (bateria) e se consolidou como uma referência da música pesada no cenário brasileiro. Realizando shows ininterruptamente desde o ano de sua criação, a banda sempre leva aos palcos a expressão de suas canções em uma contagiante interação com o público.

ESTAMIRA (DF)

Formada em 2007, a banda Estamira é formada por Manu Castro (baixo), Clarissa Carvalho (guitarra), Maiara Nunes (bateria), Ludmila Gaudad (vocal) e Sara Abreu (guitarra). Desde sua formação inicial, tem como mote a luta das/pelas mulheres, além da permanente criticidade em relação aos sentimentos e ao mundo, utilizando o metal tocado por mulheres como meio artístico de expressão. O grupo já tocou em importantes palcos do DF e diversos festivais, tais como Festival Vulva La Vida, FestivaL Noise Underground e Móveis Convida.

MARIANA CAMELO (DF)

Cantora, compositora e instrumentista, Mariana Camelo iniciou sua carreira musical em meados de 2005, aos 14 anos. Lançou seu primeiro disco autoral em 2013, intitulado “Contradição e outras estórias” e desde lá vem galgando importantes espaços. Seu trabalho musical já percorreu diversas casas de show do Distrito Federal e entorno, assim também como os principais festivais locais como Brasília Capital Moto Week e Porão do Rock. No final de 2018, lançou o EP Fragmentos, que apresenta no palco do Porão 2020.

Dia 20 (Domingo)

MARCELO D2 (RJ)

Com mais de 20 anos de carreira e habilidade de transitar entre os mais diversos gêneros, esse ícone da música brasileira traz ao palco do Porão seu mais novo disco: Assim Tocam Meus Tambores – obra transmídia contemplando álbum e filme. Produzido e apresentado ao público durante a pandemia, o disco terá lançamento oficial no Porão. De forma pura e com uma humildade e simplicidade extremas, Marcelo se despiu de seus medos, esnobou vulnerabilidades e compartilhou sua verdadeira essência com o público em mais de 150 horas de lives em seu canal na Twitch para apresentar ao público esta nova produção. De choros ao vivo à audios de whatsapp e ligações para amigos e outros artistas, D2 habilmente rompeu o limiar entre real e virtual.

FRANCISCO EL HOMBRE (SP)

Se você é antenado no cenário musical independente certamente já ouviu falar dessa galera. Francisco, el Hombre é um projeto visceral que expurga vivências, urgências e o que mais estiver entalado na garganta por meio de canções. Formada pelos irmãos mexicanos Sebastián e Mateo Piracés-Ugarte e pelos brasileiros Juliana Strassacapa e Andrei Kozyreff, o grupo não permite que o coloquem numa caixinha, pois se entende como uma obra viva em constante transmutação e evolução. No Porão 2020 eles recebem ainda a presença da banda brasiliense de música instrumental Muntchako, que soma a esse show com seus beats inovadores e disruptivos.

TUYO (PR)

O Porão 2020 também vai ter um pé no folk com os curitibanos da Tuyo. Formada por Machado, Lio e Lay, a banda funde organicidade e texturas eletrônicas com temáticas existenciais. Seu EP de estreia “Pra Doer”, foi lançado em 2017 e apresenta o estilo contemplativo do trio. Em 2018, o álbum “Pra Curar” sedimenta sua identidade, trazendo uma proposta vocal audaciosa, letras sensíveis e beats complexos. Agora em 2020, a Tuyo se prepara para lançar seu novo álbum. Com uma estética que passa pelo folk e vai desde o lo-fi hiphop até o synthpop, o trio cria um som potente, capaz de despertar a vulnerabilidade com leveza.

REALLEZA (DF)

Prata da casa, Realleza é rapper, cantora, compositora, dançarina e afrontosa! Têm ascendência brasileira e moçambicana, trazendo em sua música a cultura que cruzou os mares e a força da periferia do DF. Sua potente voz é fio condutor de uma performance autoral que investe na dança, no grave e no empoderamento feminista negro. Com uma década de carreira, essa artista chega abalando as estruturas com o lançamento do seu EP de estreia intitulado AFRONTOSA, disponibilizado ao público em abril de 2020, disponível em todas as plataformas digitais.

ALF SÁ (DF)

Nascido em Fortaleza e criado em Brasília, o cantor, compositor, multi-instrumentista e produtor, Alf Sá integrou bandas como Rumbora, Câmbio Negro, Supergalo e Raimundos. Com estas, rodou o América Latina, Europa e Estados Unidos, tocando em grandes festivais e concorrendo a prêmios de veículos especializados (MTV, Multishow, entre outros) e obtendo vários hits alternativos. Em 2013, iniciou seu projeto solo com uma sequência de singles e videoclipes e em 2017, com arrecadação via crowdfunding, lançou pelo selo paulistano Hearts Bleed Blue seu 1º álbum solo, “Você já está aqui”. Um lugar onde se funde indie-rock, soul, afro-sambas e beats eletrônicos. Seu mais recente single é “Freio de mão”, lançado em 2019. Alf está atualmente em fase de produção de seu novo álbum, que será lançado em 2021.

LUPA (DF)

Mais uma excelente representante de Brasília, a Lupa sobe ao palco no dia 20 para um mega show! Essa turma já se apresentou em vários importantes festivais do Brasil, incluindo Bananada, Do Sol e o Rock in Rio! Formada por Múcio, Junin, Moya, Victor e Dezis, a banda apresentou seu primeiro disco ao público em 2017 e desde o “Lupercália” vem conquistando fãs Brasil afora.

SURF SESSIONS (DF)

Maturidade e renovação, duas palavras que fazem parte da nova fase da banda Surf Sessions. Com 12 anos de estrada o grupo acaba de lançar seu sétimo trabalho intitulado “Inverso”, que apresenta no Porão 2020. Formada por Rafael Monte Rosa (guitarra e voz), Bittenca (guitarra/violão e voz), Renato Azambuja (percussão e voz), Jorge Bittar (teclado) e Juninho Fernandes (bateria), a banda é conhecida do público brasiliense por sua forma autêntica de apresentação e sonoridade, que mescla surf music, ska, reggae e muitos outros gêneros numa pegada única.