TikTok
Foto via Pixabay
 

Depois de seguidas derrotas nos tribunais dos EUA com relação às eleições presidenciais, Donald Trump sofreu outro revés judicial, dessa vez para o TikTok.

A plataforma que virou febre no mundo todo conseguiu fazer com que um juiz federal reconhecesse que Trump agiu além de sua autoridade ao tomar ações “arbitrárias e caprichosas” para regular comunicações pessoais e troca de informações, segundo conta a Billboard.

Na ordem assinada por Donald em Agosto, ele expressava uma preocupação com o fato do TikTok ser uma empresa relacionada à ByteDance, da China, e afirmava que era uma questão de segurança nacional que a rede social tivesse suas operações transferidas para uma empresa dos EUA.

Um acordo chegou a ser anunciado com a Oracle, empresa norte-americana de tecnologia, mas as informações que circularam deram conta de que o contrato nunca foi fechado pois não envolvia o fornecimento do algoritmo próprio do TikTok e sim uma licença para que a empresa criasse seu próprio algoritmo e mantivesse as operações através dele.

O governo federal está apelando da decisão, então ainda temos que aguardar as cenas dos próximos capítulos. Iremos informar sempre que surgir algum novo desenvolvimento no caso!

LEIA TAMBÉM: Músicos estão testando canções inéditas no TikTok antes de lançá-las

 
Compartilhar