Graceland, de Elvis Presley, com protestos
Reprodução/Twitter
Ouça playlist com clássicos do Rock!  

A lendária mansão Graceland, antiga casa de Elvis Presley e hoje museu dedicado ao cantor, recebeu diversas pichações na noite desta terça-feira (1) com dizeres relacionados ao movimento Black Lives Matter.

Os protestos usavam frases características do movimento, como “Sem Justiça, Sem Paz” e “Prendam os assassinos de Breonna Taylor“, além de fazer pedidos como o da redução do orçamento da polícia e xingamentos a Donald Trump.

As mensagens, segundo a Billboard, se estenderam até o Parque Overton, onde Elvis fez seu primeiro show em 1954. A reportagem também afirma que as manifestações foram feitas por cima de recados dos fãs de Presley, que vinham se acumulando nos muros desde 1982 quando o museu abriu ao público.

Ainda não há informações sobre os responsáveis, mas a parlamentar do estado do Tennessee London Lamar afirmou que “apostaria dinheiro” que se trata de “indivíduos tentando fazer [o movimento] ficar mal” aos olhos do povo.

Você pode ver o Tweet dela, bem como fotos das pichações na Graceland, logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: “Não eram melhores que músicos negros”: textos inéditos de Michael Jackson citam Elvis, Beatles e MTV