Fábrica da Gibson
 

A Gibson está à procura de alguns livros que desapareceram de seus arquivos há anos e, inclusive, está oferecendo uma bela recompensa para quem entregar os materiais de volta para eles.

Segundo a empresa, os livros são muito importantes não só para a história da própria Gibson, como também da música, e têm informações como números de série e remessas de violões e guitarras que estão entre os mais importantes produzidos por eles.

Além desses livros, eles procuram também por alguns documentos e qualquer outro material que seja valioso e importante para contar a história da empresa fundada há 126 anos.

Acredita-se que parte desses objetos tenham sido deixados para trás há 30 anos quando a sede da Gibson mudou de cidade.

Gibson

O membro do Comitê Histórico da Gibson, Cesar Gueikian, deu uma declaração sobre o assunto (via Noisecreep):

Será interessante ver em que parte do mundo eles aparecem, já que a última vez que foram vistos foi em Michigan. Embora sejam livros velhos e empoeirados para qualquer outra pessoa, esses livros fazem parte de nossa história, DNA e nosso passado icônico.

Ele disse também que está empolgado em encontrar os materiais que contêm informações importantes sobre a era de ouro da empresa, datada de 1957 a 1960, quando foram lançadas as guitarras Les Paul.

O guitarrista Joe Bonamassa também se manifestou sobre a caça aos livros e afirmou que encontrá-los significaria descobrir um ponto crucial na contribuição americana não apenas para a fabricação de guitarras, mas para o próprio rock n’ roll.

Os instrumentos produzidos pela Gibson nessa época já foram usados por nomes como Jimmy Page, Keith Richards, George Harrison, Paul McCartney, Eric Clapton, Jeff Beck, Joe Perry, Slash, Rick Nielsen, Joe Walsh, Kirk Hammett, Mike McCready e o próprio Joe Bonamassa.

A Gibson está oferendo U$59 mil, pouco mais de R$300 mil, pelos livros, e ainda outros valores, que eles mesmos irão julgar qual, por qualquer outro documento.

Se você tem qualquer informação sobre esses materiais (vai saber), basta entrar em contato com eles pelos e-mails 59ledger@gibson.com e ledger@gibson.com. O texto deve conter uma descrição do objeto, além de fotografias e vídeos anexos, e claro, informações de contato. A empresa promete responder a todos em até 15 dias.

Boa sorte e avisa a gente aqui do TMDQA! sobre qualquer novidade!

 
Compartilhar