Queen com Tony Iommi e Roger Daltrey
Reprodução/YouTube
 

Recentemente, uma eleição colocou Brian May, do Queen, como o melhor guitarrista de todos os tempos.

Em nova entrevista à Guitar World (via Blabbermouth), o músico falou sobre isso mas ao mesmo tempo também recebeu a notícia de quem foi eleito o melhor guitarrista dentro do Heavy Metal: Tony Iommi, algo que ele próprio adivinhou antes mesmo do entrevistador comentar.

Falando sobre o “pai do Metal”, como ele mesmo se referiu ao guitarrista do Black Sabbath, May destacou que ainda há uma possibilidade de todos os rumores de uma possível colaboração entre ele e o grande amigo Iommi sair do papel:

Eu acho que há uma chance. A gente mais conversa do que qualquer outra coisa, mas conversamos bastante. Ele realmente é o meu amigo mais querido na indústria e tem sido por muitos anos. Eu poderia escrever livros sobre o Tony porque ele é só o cara mais… eu nem sei como colocar em palavras. Sabe, o Tony é um ser humano iluminado, isso sim, com uma natureza maravilhosa, generosa e um senso de humor incrivelmente desconcertante.

E, é claro, ele é o PAI do Heavy Metal. Ele FEZ aquilo. Ele fez aquilo acontecer. Então, veio dos dedos e da mente dele. Aquele jovem ex-soldador, ele fez isso acontecer. Então, sabe, eu acho que ele sempre usará essa medalha. Ele fundou essa coisa, o Heavy Metal, na minha opinião. E bom, eu acho que a maioria das pessoas provavelmente concordaria, a julgar por sua pesquisa!

Brian May e Tony Iommi

Vale lembrar que a amizade dos dois é bastante antiga e os rumores sobre uma parceria começaram a ganhar força quando Tony se viu doente, lutando contra o câncer, e resolveu mostrar algumas gravações ao seu amigo durante uma visita deste.

Brian ficou encantado com o material e disse que Iommi deveria lançar aquilo tudo. Desde então, os fãs clamam por um encontro entre os dois; algo que, pelo menos nos palcos, já aconteceu!

Você pode reviver por aqui o inesquecível show em homenagem a Freddie Mercury que teve diversos convidados e é claro que o guitarrista do Sabbath estava entre eles, tocando clássicos como “I Want It All” ao lado do Queen.