Rob Halford do Judas Priest no Solid Rock
Foto por Stephanie Hahne
 

Rob Halford é um dos grandes ícones do Heavy Metal não apenas por ser a voz do Judas Priest, mas também por ser uma das vozes mais fortes da comunidade gay dentro do gênero musical.

E, em nova entrevista à Rolling Stone (via Blabbermouth), o cara foi perguntado sobre as mudanças que vieram quando ele assumiu sua homossexualidade publicamente lá em 1998, em tempos bem diferentes dos atuais. A resposta dele foi:

Eu aprendi que você tem de se deixar sair dessa prisão e você não pode viver a sua vida para outras pessoas. Me assumir no meio do que era naquela época, e ainda é até um certo ponto, uma experiência muito dominada por ‘machos-alfa’ — e digo isso sem desrespeito algum às grandes mulheres no Metal — me trouxe muita paz e me ajudou no meu trabalho mais que qualquer outra coisa. Se você ainda está no armário, você não pode realmente focar na vida e no que você está aqui para fazer em vida quando você tem aquela sombra pendurada na sua cabeça. Apague-a, bata nela, queime-a, arrebente com ela. Você tem direito de viver sua vida como um humano neste planeta em seus próprios termos.

Rob Halford e conselho a gays no Metal

No mesmo papo, Rob também deixou um conselho a gays que fazem parte da comunidade headbanger e querem se assumir. Reconhecendo que ainda se trata de uma cultura muito dominada por héteros, o vocalista diz:

Bom, você não precisa se sentir tão sozinho como eu me senti. Na ponta dos dedos você tem todos esses recursos, lugares aos quais você pode ir que irão te guiar pelo processo de tomar essa decisão. A decisão está nas suas mãos. Eu tenho amigos que estão profundamente no armário ainda por escolha deles. É assim que funciona pra eles. Metaleiros gays, cara, só venham e juntem-se a nós e só saiam e só se divirtam bastante. Aproveitem as suas vidas e não tenham medo. É só medo mais do que qualquer outra coisa: medo de rejeição, medo de ser chutado para fora da sua casa pela sua família. É só inacreditável como sempre há aspectos cruéis dentro de uma família que você não sabia. Mas por favor não deixe isso te parar. É a sua vida. Lute por ela. Ela pertence a vocês.

Que homem!

LEIA TAMBÉM: Rob Halford (Judas Priest) ensina metaleiros a lidar com coronavírus

 
 
Compartilhar