Jão (Ratos de Porão) em quarentena
Reprodução/Instagram
 

Ratos de Porão estava prestes a fazer seu retorno aos palcos depois da recuperação de João Gordo, mas o coronavírus obrigou a banda a adiar esse show. Mostrando consciência com a conjuntura atual, o guitarrista Jão usou seu Instagram para avisar que está em quarentena.

Por lá, ele criticou a desigualdade nas condições de isolamento dentro do país. Usando o exemplo da padaria que visita quase que diariamente, ele ilustra o fato de algumas classes terem a condição de ficar em casa e evitar grandes aglomerações em transportes públicos, além do maior acesso à higiene completa.

Ele disse:

Salve, salve, estamos aqui direto da quarentena. Agora me diz, o que adianta eu estar fazendo a quarentena se a padaria onde eu compro pão ali, a menina que obviamente pegou um transporte público pra ir trabalhar lá, às 5 da manhã, não disponibilizou uma luva, uma touca pra ela, uma máscara e álcool gel… A gente não sabe a dimensão dessa desgraça aí. É complicado, não adianta você fazer sua parte se os outros não fazem a parte deles.

Você pode ver o vídeo completo a seguir.

Jão e críticas ao governo

Ainda no mesmo vídeo, o guitarrista do Ratos criticou o governo do presidente Jair Bolsonaro e a forma como ele tem lidado com a crise, classificada pelo mesmo como “histeria”:

E uma doença que mata mais do que o coronavírus é a ignorância. Não seja igual esse presidente imbecil que elegeram, fica ligeiro, porque talvez você não morra mas talvez seu pai morra, ou sua mãe.

Essa não é a primeira vez que Jão critica o governo, naturalmente. Em entrevista exclusiva ao TMDQA!, ele comentou sobre a importância do punk “incomodar” dentro desse contexto e nos deu sua visão do panorama geral do país.