Bad Religion em São Paulo, 2019
Foto por Aline Krupkoski / TMDQA!
 

Bad Religion está comemorando 40 anos de carreira e irá inclusive lançar uma autobiografia em Agosto.

Enquanto esse dia não chega, os caras conversaram com a SPIN sobre toda essa trajetória. Em um dos momentos mais legais do papo, o vocalista Greg Graffin falou sobre o sentimento que tem ao encontrar os companheiros:

É meio estranho pensar que nos conhecemos por tanto tempo, porque os homens envelhecem juntos e tendem a esquecer que amadurecemos, então nós meio que voltamos a ser nós mesmos no ensino médio quando estamos juntos. Eu acho que é algo extremamente especial porque a maioria das pessoas não pode dizer que tem amizades tão longas. Nós temos sorte que todo mundo [na banda] se tornou uma pessoa melhor e músicos melhores, então é algo que podemos ter orgulho em conjunto porque tivemos uma influência positiva um no outro.

Apesar das diversas mudanças de formação em sua história, quatro dos seis atuais membros estão há décadas na banda. Além de Graffin, Brian Baker chegou para ficar em 1994 e a dupla Brett Gurewitz Jay Bentley teve suas idas e vindas mas faz parte da primeira versão do Bad Religion. Ainda à SPIN, Bentley falou:

Outro dia eu vi uma foto nossa de 1982 que eu nunca tinha visto, e aquilo foi tipo ‘Uau, nós realmente estamos fazendo isso por muito tempo!’ Eu geralmente não fico muito nostálgico sobre isso porque estamos constantemente fazendo novas músicas, então não parece que faz tanto tempo.

Bad Religion e o aniversário de 40 anos

As lendas do punk deram início às celebrações de 40 anos com o lançamento do belo disco Age of Unreason mais cedo neste ano. Em seguida, embarcaram em uma turnê extensa que chegou a passar pelo Brasil ao lado do Offspring em uma noite inesquecível.

Em 2020, a comemoração iria continuar pelos EUA ao lado do Alkaline Trio, com 18 shows pelo país entre Março e Abril. No entanto, um comunicado recém-divulgado avisou que as bandas irão remarcar as datas.

 
 
Compartilhar