Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Há alguns dias publicamos por aqui que Phil Collins soltou algumas declarações bastante fortes em relação a Paul McCartney.

O músico se lembrou de um encontro que teve com o ex Beatle há 14 anos e disse que ele foi um tanto quanto arrogante:

Eu o encontrei quando eu estava trabalhando numa festa no Buckingham Palace em 2002. McCartney veio com Heather Mills e eu tinha a primeira edição do The Beatles [o livro], de Hunter Davies, e eu disse, ‘Ei, Paul, você se importaria de autografar isso para mim?’. E ele disse ‘Oh, Heather, nosso pequeno Phil é um fã dos Beatles’. E eu pensei ‘Seu merda, seu merda’. Nunca me esqueci.

Para completar, ele ainda falou sobre o ar de superioridade que teria sentido a partir de Paul:

Ele tem esse jeito de que, quando ele fala com você, ele te faz se sentir ‘Eu sei como isso deve ser difícil para você porque eu sou um Beatle. Eu sou Paul McCartney e deve ser bem difícil para você estar conversando comigo.’

Paul McCartney

Pois bem, parece que Macca não gostou nem um pouquinho das declarações.

Quem disse isso foi o próprio Phil Collins, que em nova entrevista para a Billboard, revelou que recebeu e-mails de Paul após a sua declaração:

Ele tem entrado em contato porque ficou irritado. Certamente eu não recebi flores dele; recebi mais uma mensagem do tipo ‘Vamos seguir em frente com as nossas vidas.’ E eu sinto muito que ele esteja irritado porque eu meio que disse algo desagradável dele — bem, não foi realmente desagradável. Se as pessoas não disserem às outras que às vezes seu comportamento pode ser um pouco melhor, então você não irá melhorar, sabe?

Collins ainda completou:

Eu acho que talvez eu deveria apenas jogar tudo isso para baixo do tapete e me esquecer de tudo que aconteceu, mas aconteceu, sabe.

Parece que os e-mails de Paul McCartney não funcionaram exatamente do jeito que ele imaginava.

Phil Collins

Phil CollinsFoto de Phil Collins via Shutterstock

Coincidentemente ou não, Phil Collins está promovendo um retorno à música em grande estilo.

O baterista/vocalista do Genesis e ícone em carreira solo irá lançar um livro e voltará aos palcos, além de ter lançado vários materiais em coletâneas esse ano.

Recentemente, inclusive, ele disse que estaria aberto a uma reunião do Genesis.

 
Compartilhar