Bob Dylan em Londres, em 1966
 

Poucas pessoas que pisaram ou pisarão nesse planeta têm a oportunidade de serem reconhecidas por suas tarefas através do prestigiado Prêmio Nobel.

Acontece que para Bob Dylan, ao que tudo indica, a medalha de honra é só mais uma em uma vasta coleção de grandes feitos, e o Prêmio Nobel de Literatura recebido recentemente não tem tanta importância assim.

Desde que ganhou o prêmio na última Quinta-feira, Dylan não se manifestou a respeito, e mesmo tocando no gigantesco festival Desert Trip, não aproveitou a oportunidade para comentar a façanha.

A coisa se aprofunda ainda mais um pouco porque de acordo com o The Guardian, o músico não está respondendo às solicitações do comitê de realização do Prêmio Nobel, que não consegue contato via e-mail ou telefone.

A comunicação é importante pois no dia 10 de Dezembro todos os vencedores do Prêmio Nobel são convidados a uma cerimônia em Estocolmo, na Suécia, onde recebem uma medalha, um diploma e um documento do Rei Carlos XVI Gustavo da Suécia, oficializando o feito.

Sara Danius, secretária permanente do comitê e a responsável por anunciar o prêmio há alguns dias, comentou que apesar do músico não dar as caras, sua equipe tem respondido:

Liguei e mandei e-mails para seu colaborador mais próximo e recebi respostas cordiais. Por enquanto isso é suficiente. Não estou preocupada, acho que ele irá aparecer.

Se ele não vier, não virá. Será uma grande festa de qualquer forma e as honras são todas dele.

Bob Dylan e sua guitarra

Bob Dylan toca guitarra em Las Vegas

Vale lembrar que no dia que foi anunciado como vencedor do prêmio, Bob Dylan tocou guitarra em um show pela primeira vez em quatro anos.

O músico saiu do piano durante um show em Las Vegas.

 
Compartilhar