TMDQA! marcando presença no Sónar 2012
Ouça a Playlist Climão de Dia dos Namorados!   Ouça o novo álbum do Melim!  

TMDQA! marcando presença no Sónar 2012

Todas as fotos desse post foram feitas com o novo Galaxy X, da Samsung, celular lançado no evento

Um belo festival que fez jus ao seu nome. O Sónar, já conhecido pelos lados da Europa, Ásia e África, chegou à América do Sul para mostrar seu peso. Realizado no Anhembi, uma boa escolha para conter o ambiente e clima, o evento ocorreu no último final de semana em São Paulo. E vamos ao resultado:

Sexta-feira já havia uma baixa. Bjork, que teve que cancelar diversas apresentações pelo mundo devido a problemas médicos. No lugar dela entrou ninguém menos que o grupo robótico Kraftwerk com uma apresentação em 3D que fez o espaço Sónar Club encher. O mais legal do show dos caras foi ver a platéia inteira assistindo ao espetáculo de óculos. Abriram o set list com “The Robots“, e como esperado o público já foi à loucura. Com uma sequência de hits como “The Man Machine” e “Autobahn“, o grupo, que é uma lenda viva do estilo, fez com que os presentes nem se lembrassem que eles eram na verdade substitutos. Showzão!

Já no palco Sonar Village, a dupla Chromeo mandou suas músicas que possuem uma mistura de rock, funk, soul e tudo mais. Fez o espaço, que por sinal estava lotado, dançar e pular. Um som impressionante e que me cativou bastante, já que eu não conhecia o resultado do trabalho ao vivo.  Na sequência veio Skream com seu dubstep de peso, mostrando por que sua faixa “Midnight Request Line” foi um dos marcos do estilo. Para acompanhar suas batidas, ninguém menos que Sgt. Pokes, do DMZ. Pouca coisa né? Seu set foi impecável, quem pôde conferir ao vivo só saiu ganhando. Vale lembrar também que o som do local estava ok, apenas com um pouco de grave demais no microfone, o que por algumas vezes deixava os vocais um tanto quanto embrulhados.

No Sonar Hall, o auditório do local, Criolo se apresentou na primeira noite. Por ser um local onde as pessoas ficam sentadas, o público foi mais calmo, mas não deixou de prestar seu respeito pelo músico, que também foi muito aplaudido, mostrando que essa geração hip hop brasileira está com tudo. Do outro lado, no Sonar Village, seu colega, Emicida, mandava suas rimas para um público que teve energia durante seu set de 1 hora, onde teve muita música, críticas à política brasileira e uma homenagem ao ex-colega Buchecha. Um momento muito bonito.

A noite não acabou por aí. O top DJ e produtor brasileiro Gui Boratto apresentou seu live no Sónar Club, transformando o ambiente em uma balada para aquelas que ainda resistiram à madrugada de sexta-feira. Um bom modo de encerrar uma noite cheia de atrações.