Thiago-Correa-Equipe-TMDQA

Dando continuidade as listas de melhores álbuns do ano segundo a equipe do Tenho Mais Discos Que Amigos, eis aqui a de Thiago Kerzer, colaborador do site.

Aproveite para conhecer esses ótimos lançamentos:

01 – Nine Inch Nails – “Pretty Hate Machine (Remaster)

NIN - Pretty Hate Machine

Trent Reznor disse que o NIN acabou. Deixou milhares de fans, que sabem que ele é um workaholic, com cara de incrédulos. Na verdade, todos esperam o NIN voltar a qualquer momento. Enquanto isso não rola, Trent relança seu primeiro álbum, “Pretty Hate Machine” de 1989 em uma versão 2010 remasterizada, com nova arte gráfica e impressionantemente atual.

02 – Loreena McKennitt – “The Wind That Shakes The Barley

Loreena McKennitt - The Wind That Shakes The Barley

Loreena McKennitt é uma das cantoras e multi-instrumentistas mais importantes do Canadá e, quem sabe, do mundo. A riqueza musical de seu trabalho é demonstrado em cada uma das faixas de seus álbuns, tanto as autorais, quanto as re-leituras. Como pesquisadora musical incansável, Loreena traz para sua música uma grande variedade de instrumentos e influências que tornam sua arte única e especial.  Nesse álbum de 2010, Loreena retorna a suas raízes musicais gravando apenas canções celtas, e faz isso de uma forma magnífica.

03 – Brandon Flowers – “Flamingo

brandon-flowers-flamingo

Já demonstrando todo o seu potencial no The Killers, Brandon nunca me despertou dúvida com relação à qualidade de suas composições. Em seu primeiro trabalho solo (espero que primeiro de muitos), Brandon construiu músicas melódicas de estrutura instrumental permeada de texturas e instrumentos. Parece muito rock britânico o que ele faz, mas o seu toque especial está em cada linha vocal. Ouça “Crossfire“, primeiro single do álbum, e tente não gostar.

04 – Lenine – “Lenine.Doc Trilhas

Lenine - Trilhas

Morar no Brasil e não conhecer a obra do Lenine é como estar faminto diante de uma mesa cheia de comida e não comer. Não entendeu? O que eu quero dizer é que há muita gente fora do nosso país se estapeando pra assistir um show dele. Em comparação, já assisti a dois shows GRATUITOS dele em minha cidade onde o público foi bem resumido. É lamentável o grande público não ser completamente fanático por esse excelente músico, cantor e letrista. Suas composições são maravilhosas. Esse álbum é composto de músicas que foram feitas especialmente para fazer parte de trilhas sonoras. Cada faixa é mais um presente que Lenine nos dá. Não perca tempo, ouça e procure entender sua arte!

05 – Rob Zombie – “Hellbilly Deluxe II

Rob-Zombie-Hellbilly-Deluxe-2

Zombie funcionou muito bem ao lado de John 5, guitarrista proveniente do Marilyn Manson. Todos os álbuns do Rob Zombie são muito bons. Esse, aparentemente, é o que possui a menor dosagem industrial. Compare o clima de “Hellbilly Deluxe” de 1998 com essa continuação e você irá entender. Mas aqui há riffs pesados e legais demais, além das letras e das interpretações de Zombie. Esse álbum é daqueles que você aperta o play na primeira música e quando se assusta, já acabou. Além disso, o encarte é muito foda.

06 – Jónsi – “Go

Jonsi-Go

A voz do Sigur Rós lançou um álbum complexo e bonito para todos os apreciadores da música mais suave e com grande teor melódico. Não há peso de guitarras aqui, só pianos e sintetizadores muito bem construídos, assim como bateria (as vezes acústica, as vezes eletrônica) e camadas e camadas de melodias vocais de Jónsi. Trabalho de mestre muito indicado para todos que gostam de bandas como Coldplay e a própria Sigur Rós.

07 – Ihsahn – “After

Ihsahn - After

Ihsahn é um guitarrista e vocalista da Noruega que é mais conhecido pelo seu trabalho em um dos maiores nomes do Black Metal mundial, a banda Emperor. Se dedicando ao  eu trabalho solo, ele soa complexo e virtuoso e, como sempre, genial. Seus riffs de guitarra passeiam pelo prog metal e pelo death e black metal além de tudo ser banhado pela sua voz característica. Um álbum interessantíssimo e que deve ser bem ouvido e re-ouvido antes de conclusões precipitadas! Ihsahn também canta com vocais melódicos no álbum, sendo um ponto forte do disco e aproximando seu estilo um pouco do que a banda Opeth faz. Fique atento também aos solos de saxofone em meio aos blast beats da bateria, algo inusitado e que deu certo!

08 – Behemoth – “Evangelia Heretika

Behemoth-Evangelia-Heretika

Nergal e CIA foram extremamente elogiados com seu último álbum de estúdio, o ótimo “Evangelion” de 2009. Agora, essa box que contém dois DVDs e um CD foi lançada para consolidar o momento da banda. Apesar de ter sido diagnosticado com leucemia esse ano, Nergal não freiou as atividades para o lançamento desse material. Aqui ouvimos quanto poder pode ter uma banda extrema ao vivo. Tudo o que está nos álbuns de estúdio está aqui de forma agressiva, rápida e técnica. Além disso tudo, o feeling que cada música passa é incrível. Material indispensável para qualquer fan de música pesada.

09 – Opeth “In Live Concert at the Royal Albert Hall”

opeth-In Live Concert at the Royal Albert HallTambém o Opeth lançou uma box com material ao vivo. Na verdade, a do Opeth foi lançada antes da do Behemoth, citada logo acima. Aqui a banda de Mikael Åkerfeldt dá aos fans toda a sua qualidade em um álbum triplo com mais dois DVDs que contém toda a apresentação. No primeiro CD, a banda executa o seu clássico álbum “Blackwater Park” de 2001 na íntegra e, com destreza única deixa a platéia boquiaberta. Nos outros dois CDs, músicas de seus outros álbuns contendo longa duração em uma mistura de Death Metal e Rock Progressivo que criou um estilo hoje muito copiado e seguido por várias outras bandas.

10 – Grinderman – “Grinderman 2

Grinderman - Grinderman 2

Nick Cave é um cara para se respeitar. Como se não bastasse sua carreira solo ele resolve lançar um projeto paralelo. Voltado para o rock experimental e sujo, “Grinderman 2” é puro feeling em letras interessantes e uma interpretação vocal de Cave que já vale o material. A edição especial do Vinil vem com o CD, um pôster gigante e um encarte que pequeno também não tem nada.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!