Filanos
Foto: divulgação

O grupo cearense Filanos lançou no YouTube o clipe para a faixa “Vai Saber”, que estará presente no álbum de estreia do quinteto, Maral. A canção é tida como um pop-rock alegre que carrega influências do MPB moderno junto com elementos como cordas de nylon e cuíca.

O vocalista Caio Braga comentou o processo de criação da música: “‘Vai Saber’ se refere a necessidade de expressão dos sentimentos e pensamentos a quem não poderia escutar mais. O ápice do pensamento melancólico foi de estar ‘aprendendo’ a viver, ‘aprendendo’ a organizar a si próprio sem a pessoa amada e querer contar tudo isso para a mesma. Espero que essa canção possa refletir o sentimento de reconhecimento e gratidão pelas pessoas com quem a gente aprende todo dia!”.

A banda, que em 2018 havia lançado o EP  Um Ponto, deve lançar o primeiro disco em breve nas plataformas digitais.

Shower Curtain

foto: Livia Rodrigues

A cantora Victoria Winter disponibilizou nas plataformas de música o EP homônimo de seu projeto solo, Shower Curtain. O compacto apresenta quatro faixas e mostra a veia indie da artista.

“Para o novo EP, eu queria demonstrar não só um amadurecimento instrumental mas também nas melodias e harmonias, sem perder a identidade lofi e bedroom que eu carrego faz tempo no meu projeto”, conta Victoria.

Em 2017, a cantora integrou a turnê no Brasil da banda de dream pop californiana Winter. No ano seguinte, ela lançou seu EP de estreia, Mariposa.

Institution

Institution
foto: Murilo Amancio

A banda Institution lançou nas plataformas digitais, através da gravadora paulista Hearts Bleed Blue (HBB), o segundo álbum da carreira, Ruptura do Visível. O álbum, de acordo com o vocalista Hélio Siqueira, busca discutir o desenvolvimento da consciência crítica e o rompimento das práticas sociais opressoras.

“Apenas quando somos capazes de compreender a nossa classe social é que entendemos o que se passa ao nosso redor para, então, buscarmos práticas para amenizar tais problemas. Uma pessoa que mora em uma área periférica não tem os mesmos privilégios que outra que mora em uma área central ou de alta renda”, afirma.

“E o que isso impacta na vida das pessoas? Por que o sistema educacional ou de saúde é diferente entre regiões? Por que não há práticas ou espaços culturais em áreas de baixa renda? São perguntas como estas que nos fazem compreender as vicissitudes diárias que vivemos”, questiona Hélio.

O novo trabalho foi totalmente composto em português, diferentemente do álbum de estreia Desolation Times, de 2015.

Maí

Maí
foto: divulgação

A cantora Maí divulgou recentemente nas plataformas de música seu novo single, “Ruído Rosa“. Anteriormente, ela havia regravado a canção “Ela é Carioca”, de Tom Jobim, e a autoral “A Noite Cai”.

“As pessoas não tem ideia de como é mais complicado fazer música no interior. A estrutura é muito diferente de uma capital. Não temos estúdios para ensaio por exemplo. Nem sempre você tem um músico para lhe acompanhar. Você encontra pessoas que tocam muito bem mas não trabalham com o tipo de som que você faz”, diz a cantora, natural de Paragominas, no Pará.

Guidi Vieira

Ziriguidum
foto: divulgação

A cantora Guidi Vieira lançou nas plataformas de streaming seu segundo álbum, Outra Língua. O disco traz dez faixas e foi produzido junto com o guitarrista Pedro Costa, que toca todos os instrumentos gravados.

Guidi, que foi vocalista da banda Pic-Nic por seis anos, estreou em carreira solo em 2014, quando lançou Temperos.