A Billboard elegeu os 20 artistas LGBTQ com os melhores álbuns de 2019 e tem brasileira na lista. Pabllo Vittar e seu 111 1 aparece entre nomes como Brittany Howard, Mika, Tove Lo e mais.

Lançado em outubro e com apenas quatro faixas, o trabalho de Pabllo chamou atenção do site americano principalmente por ter canções em três idiomas: português, inglês e espanhol. Eles atentam também para o fato das faixas serem apenas a primeira parte de um projeto maior que sairá no futuro.

“O EP é uma vitrine do talento supremo da estrela”, escrevem, citando as músicas “Ponte Perra” e “Flash Pose”, parceria com Charli XCX, como hits prontos para as pistas. Aqui no Brasil, porém, é “Amor de Que” que ganhou o público e é tocada exaustivamente no momento.

A publicação não colocou os trabalhos num ranking e sim em ordem alfabética, mencionando artistas de vários segmentos como Brittany Howard, líder do Alabama Shakes que lançou seu primeiro disco solo em 2019, representante do rock, e Lil Nas X, do Hip Hop, um dos nomes em maior evidência do ano com seu grande hit “Old Town Road”, que bateu o recorde de música com maior permanência na liderança da Billboard na história.

20 artistas LGBTQ com os melhores álbuns de 2019

Confira abaixo a lista completa dos 20 artistas LGBTQ com os melhores álbuns de 2019 feita pela Billboard:

  • Adam Lambert – Velvet: Side A
  • Brittany Howard – Jaime
  • Clairo – Immunity
  • Greyson Chance – Portraits
  • Kehlani – While We Wait
  • Kevin Abstract – Arizona Baby
  • Kim Petras – Clarity
  • King Princess – Cheap Queen
  • K.Flay – Solutions
  • Lil Nas X – 7
  • Mika – My Name Is Michael Holbrook
  • Muna – Saves the World
  • Orville Peck – Pony
  • Pabllo Vittar – 111 1
  • Shura – Forevher
  • Tegan and Sara – Hey, I’m Just Like You
  • The Japanese House – Good at Falling
  • Tove Lo – Sunshine Kitty
  • Wrabel – One of Those Happy People
  • Young M.A – Herstory in the Making

Não deixe de ver também as listas do TMDQA! com os 50 melhores discos internacionais e os 50 melhores discos nacionais de 2019.