ANAVITÓRIA e Nando Reis
Foto: Reprodução/Instagram
 

Já está disponível o novo trabalho da dupla Anavitória, uma linda homenagem ao cantor Nando Reis. O disco N é um tributo ao artista, que teve oito de suas canções regravadas pelas meninas que agora totalizam três discos na carreira.

O trabalho já começa com um depoimento de Nando com cerca de 30 segundos de duração na primeira faixa, “voz e violão”, falando sobre a maneira como os artistas compõem suas canções muitas vezes a partir de seus erros. Na sequência, elas abrem oficialmente os trabalhos com uma releitura mais pop, que segue por todo o material, de “pra você guardei o amor”, grande hit de Nando em parceria com a cantora Ana Cañas, presente no disco Drês, de 2009.

A terceira faixa intitulada “209” é apenas uma ponte instrumental que liga a canção anterior a “relicário”. Mais para frente, o homenageado deixa o tom do disco ainda mais intimista falando sobre como naquele momento não é Nando e nem José Fernando, seu nome de batismo, mas sim “o pai da Zoé”.

Além das já citadas, as outras músicas que ganharam releituras nas vozes doces, serenas e tranquilas de Ana Caetano e Vitória Falcão foram “as coisas tão mais lindas”, “dois rios”, “espatódea”, “quem vai dizer tchau”, “all star” e “por onde andei”. A canção que dá título ao disco, “N”, não está no material apesar de fazer parte da programação de muitas rádios pelo Brasil.

Ela foi gravada e lançada, na verdade, há alguns meses quando os três ensaiavam juntos os shows para uma mini-turnê que fizeram em comemoração ao Dia dos Namorados. Assista:

Anavitória e Nando Reis

O duo definiu o novo trabalho como “um filme de ouvido” com músicas “costuradas como uma colcha madrigal”. No Instagram, elas pediram ainda para os fãs ouvirem o álbum inteiro, sem interrupções, informando que o tempo total dele é de 29 minutos e 11 segundos.

E claro, agradeceram Nando Reis, ídolo e amigo da dupla. “Nenhuma palavra parece caber, mas você sabe. A gente sabe. Te amamos!”, se declararam.

N sai um ano e três meses após O Tempo é Agora, disco ganhador do Grammy Latino na categoria “Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa”. Foi a segunda vez que elas celebraram o mais importante prêmio da música, já que em 2017 também saíram vencedoras junto com Tiago Iorc pela parceria na música “Trevo (Tu)”.

Uma das atrações do incrível festival SXSW, marcado para março de 2020 nos Estados Unidos, a dupla Anavitória mostra que, apesar de apenas pouco mais de três anos de carreira, já garantiu seu espaço e respeito nas cenas pop e da música popular brasileira.

E mostram ainda como dá para ser profissional e seguir um ritmo intenso de trabalho — leia aqui sobre a parceria delas com Rubel em “Partilhar”, e ainda assim não perder sua essência, naturalidade e qualidade. Ponto para elas!

Ouça N abaixo:

 
 
Compartilhar