Foto: Wikimedia Commons
 

O presidente norte-americano Donald Trump recentemente ultrapassou alguns limites ao chamar de “buracos de merda” nações africanas e da América Central. O comentário criou uma avalanche de críticas e fortes represálias na mídia norte americana contra o político, inclusive entre rappers como Jay-Z e Eminem. Outro músico a se juntar a lista é o escocês David Byrne (The Talking Heads), que decidiu utilizar outra arma para fazer um contraponto à opinião de Trump: a empatia.

Byrne criou uma playlist intitulada Os Maravilhosos Buracos de Merda, onde compartilha uma seleção curada por ele de faixas de artistas com origem africana e da América Central. A intenção é gerar empatia através da música, falando sobre a verdadeira natureza e potencial dos artistas com nacionalidades diversas. Você pode ouvir a seleção de faixas ao fim da matéria.

Byrne também deixou um desabafo anexo à playlist, explicando os motivos que o levaram a criá-la:

Acredito que eu não tenha que explicar de onde a referência dos ‘buracos de merda’ vem.

Aqui está a playlist que dá só um pequeno exemplo da profundidade e da variedade criativa que continua a transbordar de países africanos e caribenhos. É inquestionável. Será que a música pode nos ajudar a criar empatia com os seus criadores?

Para mim, o Trump não é o problema. Nós sabemos há muito tempo que ele é racista. Isso é um fato, nascido de muitas evidências. Não é novidade — nós sabemos o que ele é.

O que é realmente perturbador são os Republicanos que se deixam levar por essa pessoa. O comportamento deles os tornam cúmplices e os igualam a exatamente quem ele é… exatamente o mesmo, sem diferenças. Lembrem-se disso nas próximas eleições.

O inchaço da situação em Davos [Onde ocorreu o Fórum Econômico Mundial] também — pessoas que estão felizes em lucrar através das políticas do Trump e estão super de acordo com dar suporte a um racista. Nenhuma delas se levantou para condenar o seu racismo e dizer que esse homem não representa os nossos valores como seres humanos.

Tirei isso do meu peito, agora quem sabe eu consiga ouvir um pouco de música.

Aproveitem.

David Byrne

O ex-vocalista e guitarrista do The Talking Heads também tem datas marcadas para apresentações no Brasil em Março desse ano. David Byrne toca no segundo dia do Lollapalooza 2018 em São Paulo (24/03) e participa de mais 3 side shows do festival, em Porto Alegre (22/03), Rio de Janeiro (28/03) e Belo Horizonte (29/03).

 
 
Compartilhar