Foto: Flickr/Rich Thane
 

Em uma festa de gala pré-Grammy Awards no último sábado (27), Jay-Z explicou seus motivos para retornar à premiação após anos de boicote.

Ao receber um prêmio por seu trabalho na indústria da música, o rapper aproveitou a situação para revelar suas razões para esnobar o evento mais cedo em sua carreira.

Jay disse que, em 1999, não gostou de ver o rapper DMX sendo ignorado pelo Grammy mesmo com um trabalho sólido e aclamado à época. Neste mesmo ano, mesmo indicado por seu álbum Vol. 2… Hard Knock Life na categoria de rap, o marido de Beyoncé se recusou a comparecer à cerimônia.

Já revelando porque decidiu retornar, o músico citou justamente sua esposa:

Eu não voltei até 2004 quando uma linda e jovem mulher que eu amo muito lançou um álbum solo. E eu percebi: ‘cara, a arte é super subjetiva e todos estão fazendo o melhor que podem, e a Academia, eles são humanos como nós e estão votando em coisas que eles gostam, e isso é subjetivo. […] Se acreditarmos nisso — porque nós acreditamos, podemos fingir que não nos importamos, mas nos importamos — nós nos importamos porque vimos os artistas mais incríveis estarem naquele palco e estamos inspirados para ser daquela forma, então eu fiquei tipo, ‘eu tenho que estar lá.’

Jay-Z está indicado em oito categorias no Grammy Awards deste ano, incluindo Álbum, Canção e Gravação do Ano.

LEIA TAMBÉM: Donald Trump critica Jay-Z após entrevista do rapper para a TV americana