Fall Out Boy - TMDQA Entrevista Patrick Stump 2

TMDQA Entrevista: Patrick Stump, do Fall Out Boy

“Quando éramos crianças, a única coisa que nos fez enfrentar a maior parte dos dias foi a música. Foi por isso que montamos o Fall Out Boy em primeiro lugar”. Com essa frase nostálgica, o Fall Out Boy justificou o retorno às atividades confirmado em Fevereiro deste ano – mas cogitado pelo menos desde 2010.

O comunicado da frase acima negava que o reencontro fosse uma “reunião” porque a banda alega nunca ter se separado oficialmente. Mas na prática não foi bem assim: após a debandada, anunciada no fim da turnê do irregular Folie à Deux (2008), cada um dos quatro integrantes se envolveu em diferentes projetos pessoais e profissionais, e nenhum deles parecia determinado a voltar à banda.

Enquanto Pete Wentz, baixista, letrista e líder informal do grupo, mantinha-se ocupado com inúmeros projetos empresariais, um divórcio da atriz e cantora Ashlee Simpson, e o projeto eletrônico Black Cards, o guitarrista Joe Trohman e o baterista Andy Hurley tocavam em grupos diversos, como The Damned Things e Enabler, respectivamente. Na contramão dos companheiros, o vocalista Patrick Stump se reinventou por conta própria, e em 2011 lançou Soul Punk, sua estreia solo.

Apesar de nenhum desses projetos musicais ter dado tão certo quando o Fall Out Boy comercialmente, nenhum dos quatro manifestava interesse público de tocar com os antigos parceiros outra vez. Mas por baixo dos panos, o Fall Out Boy planejava  Save Rock and Roll, o recém-lançado quinto álbum de estúdio da banda.

Save Rock and Roll saiu há apenas algumas semanas, mas não surpreenderia se tivesse sido lançado em 2009, logo após Folie à Deux. O disco dá continuidade à aproximação do pop e ao afastamento do pop punk anunciados progressivamente nos quatro discos anteriores, o que não significa que Save Rock and Roll soe datado, pelo contrário; as referências de produção do disco são legitimamente contemporâneas, e mostra um grupo mais diverso, quase disperso, porém mais acessível do que nunca.

Em entrevista ao TMDQA! por telefone, Patrick Stump (o primeiro da esquerda para a direita na foto acima) comentou a diversidade sonora e o polêmico nome do novo disco, que tem as participações de Courtney Love e Elton John. Mas ao estabelecer uma ligação direta entre Save Rock and Roll e Take This To Your Grave (2003), álbum de estreia do grupo, Stump finalmente explicou o que aquela frase bucólica do comunicado de volta queria dizer: apesar de terem sido definitivamente transformados pelo tempo, os quatro integrantes que se juntaram há dez anos para gravar o primeiro full-length são, na essência, os mesmos que se uniram no ano passado para gravar Save Rock and Roll. Eles estão apenas um pouco mais experientes e definitvamente mais confiantes.

Clique nas setas abaixo para conferir a entrevista completa: