Quem são as garotas do Pussy Riot?

As garotas do Pussy Riot têm conquistado a atenção dos principais veículos de comunicação do mundo. Depois de serem presas na Rússia por cantarem uma música de protesto na Igreja Ortodoxa da Rússia (a manifestação teria durado menos de um minuto), serem acusadas de vandalismo, presas e conquistarem o apoio de grandes personalidades do mundo da música (nomes como Paul McCartney, Madonna, Peaches, Bjork, Beastie Boys, Refused, Rise Against e outros), não deu, as garotas foram condenadas a 2 anos de prisão. Mas a pergunta que não quer calar é: quem são essas garotas que provocaram tanta ira no governo russo por causa de uma música?

O caderno Mundo do jornal O Globo procurou responder a essa pergunta de forma objetiva, listando as principais atividades de Nadejda Tolokonnikova, a filósofa da banda, Yekaterina Samutsevich, a artista e a escritora Maria Alyokhina. Na publicação, o caderno mostra as principais atividades das três mulheres fora a banda que causou tanta comoção no mundo. Nadejda tem uma filha de quatro anos e é tida como uma má influência para as mulheres por ter feito sexo em praça pública com o marido, em uma manifestação em 2008. Yekaterina também tem uma filha e tem no curriculo o gabarito de ser uma das melhores alunas da Escola de Fotografia e Multimídia Rodchenko, de Moscou. Já Maria é jornalista e se diz ortodoxa, mas criticou a igreja que, segundo ela, “Só ama as crianças que acreditam em Putin”. Veja a matéria completa aqui.