Euforia coletiva marca início da turnê do RBD pelo Brasil com show no Rio de Janeiro

O grupo mexicano RBD fez o primeiro show de sua turnê pelo Brasil ao subir ao palco no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (9).

RBD no Rio de Janeiro
Crédito: Diego Castanho/TMDQA!

15 anos depois de sua última passagem pelo Brasil, o grupo mexicano RBD está de volta ao país e fez o primeiro show da Soy Rebelde Tour nesta quinta-feira (9) ao subir no palco montado no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

Desde muito cedo, filas enormes se formaram nos diferentes setores do local e, mesmo com a longa espera, nenhum fã desanimou com o passar das horas. Pelo contrário, parece que a carga de energia só foi aumentando conforme o horário da apresentação se aproximava.

Às 20h45, com 15 minutos de atraso, Anahí, Dulce Maria, Maite Perroni, Christian

Chávez e Christopher Uckermann surgiram do alto do palco carregados por uma estrutura içada por cabos que foi descendo até o chão.

Nesse momento, o tímpano de todos os presentes certamente sofreu alguma agressão, pois era impressionante o alcance dos gritos da plateia. Para abrir o repertório, a banda, que não conta mais com Alfonso Herrera, escolheu a canção “Tras de Mí”.

RBD no Rio de Janeiro

Principalmente no início do espetáculo, era difícil escutar os integrantes cantando, diante da altura do coral de vozes dos fãs. Aos poucos, o problema melhorou e fica a dúvida se foi preciso subir o microfone de Anahí e companhia, que também fizeram bom uso do playback em alguns momentos.

Após o medley “Así soy yo”/ “Cuando el amor se acaba”/ “Fuego”, Christopher, o primeiro a conversar sozinho com os fãs, destacou a vibração da plateia e revelou o quanto a entrega de todos é importante para as apresentações ao vivo da banda.

Na sequência, o show continuou com faixas como “Enséñame” e “Qué hay detrás” antes do discurso de Christian, que, ovacionado pelo público, falou sobre aceitação e defendeu a liberdade sexual, citando ainda questões delicadas como o HIV e a importância de combater preconceitos.

Na hora de “Bésame sin miedo”, os fãs que apareciam no telão aproveitaram a oportunidade para se beijar e muito. Casais ou não, heterossexuais, homossexuais e bissexuais beijaram muito na boca ao som do hit do RBD!

Pouco depois, foi a vez de Dulce discursar e receber todo o carinho da plateia. Ela reforçou sua forte relação com os brasileiros e manifestou sua felicidade por estar de volta ao Brasil. A apresentação foi retomada com “No Pares” e “Este Corazón”, cantadas pela plateia a plenos pulmões.

Um pouco mais para frente, Maite ficou sozinha no palco e conversou com a plateia sobre não se abater e seguir adiante não importa o que aconteça. Na reta final do show, Anahí fez o discurso que mais reverberou na plateia.

Ao fazer um retrospecto da carreira, lembrando que hoje tem 40 anos e é mãe de duas crianças, a artista se emocionou bastante e causou enorme comoção nos fãs, que reagiram com muitos gritos e aplausos.

Continua após o vídeo

Depois dos sucessos “Sálvame” e “Nuestro Amor”, além de muitas trocas de roupa e figurinos que remetiam à bandeira do Brasil, os integrantes retornaram ao palco com o bis quando o relógio já passava de 23h.

A última canção, claro, foi “Rebelde” e o público explodiu pela última vez sob uma chuva de papel picado e agradecimentos efusivos dos integrantes do RBD, que provaram seguir como um grande fenômeno do universo da música Pop.

Nesta sexta-feira (10), eles farão mais uma apresentação no estádio carioca e depois seguirão para São Paulo, onde têm shows marcados nos dias 12 e 13 de Novembro, no estádio do Morumbi.

Após estas datas, o RBD continuará na capital paulista para se apresentar nos dias 16, 17, 18 e 19 de Novembro, dessa vez, no Allianz Parque.

LEIA TAMBÉM: Taylor Swift faz show na Argentina, muda setlist e dá spoilers para o Brasil; veja como foi

Setlist RBD no Rio de Janeiro:

1. “Tras de mí”
2. “Un poco de tu amor”
3. “Cerquita de ti”
4. “Aún hay algo”
5. “Otro día que va”
6. “Así soy yo”/ “Cuando el amor se acaba”/ “Fuego”
7. “Inalcanzable”
8. “Tenerte y quererte”/ “Me voy”/ “Dame”/ “Y no puedo olvidarte”/ “Para olvidarte de mí”
9. “Enséñame”
10. “Qué hay detrás”
11. “Quisiera ser”/ “I Wanna Be the Rain”
12. “Era la musica”/ Wanna Play”/ “Cariño mío”
13. “Celestial”
14. “Bésame sin miedo”
15. “Ser o parecer”
16. “Futuro ex-novio”/ “Qué fue del amor”
17. “No pares”
18. “Este corazón”
19. “Siempre he estado aquí”
20. “Empezar desde cero”
21. “Una canción”/ “A tu lado”/ “Quizá”/ “Adiós”
22. “Solo quedate en silencio”
23. “Sálvame”
24. “Nuestro amor”
25. “Rebelde”